Indicadores de qualidade em terapia nutricional enteral em idosos internados no hospital universitário de Lagarto-SE

  • Ingrid Jaqueline Fonseca Leopoldino Universidade Federal de Sergipe (UFS), Sergipe, Brasil.
  • Rose Carolinne Correia da Silva Universidade Federal de Sergipe (UFS), Sergipe, Brasil.
Palavras-chave: Indicadores de qualidade, Terapia nutricional, Nutrição enteral, Idosos, Hospitalar

Resumo

Introdução: Os indicadores são parâmetros que expressam respostas da efetividade de um procedimento de forma satisfatória ou insatisfatória. É apropriado e prudente o emprego dos indicadores para o acompanhamento dos resultados da Terapia Nutricional Enteral (TNE) planejada, e cumprindo pontualmente protocolos. O emprego de indicadores que avaliem a qualidade da nutrição enteral prescrita e infundida é capaz de identificar possíveis dificuldades e erros relacionados ao suporte nutricional oferecido ao paciente. Objetivo: Avaliar os indicadores de qualidade em terapia nutricional enteral em idosos internados no Hospital Universitário de Lagarto-SE. Material e Método: Estudo transversal no Hospital Universitário de Lagarto, entre novembro de 2017 e fevereiro de 2018. Amostra de 43 pacientes. Critérios de inclusão: uso da terapia nutricional enteral, ambos os sexos, a partir de 60 anos de idade, nas alas verde, amarela, vermelha e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e aceitar a participação voluntária na pesquisa. Critérios de exclusão: Pacientes pediátricos, amputados ou sem uso da terapia nutricional enteral. Os dados foram tabulados e expressos por meio de frequência relativa e absoluta. Resultado: Foi encontrada elevada ocorrência de obstrução de sonda 48,8% (21).  Discussão: A obstrução de sonda é devido a não realização periódica da lavagem da sonda, ocasionando acúmulo maior de resíduos. Conclusão: Indicadores de qualidade em terapia nutricional enteral utilizados em idosos são relevantes e o treinamento de toda a equipe de saúde para seu monitoramento contribui para tomada de decisão conjunta adequada quanto à assistência aos pacientes.

Biografia do Autor

Ingrid Jaqueline Fonseca Leopoldino, Universidade Federal de Sergipe (UFS), Sergipe, Brasil.

Nutrição e Saúde.

Referências

-Aquino, R. C.; Philippi, S. T. Identificação de fatores de risco de desnutrição em pacientes internados. Revista da Associação Médica Brasileira. São Paulo. Vol. 57. Núm. 6. p. 637-643. 2011.

-Azevedo, R.P.; Freitas, F. G. R.; Ferreira, E. M.; Machado, F. R. Constipação intestinal em terapia intensiva. Rev. Bras. Ter. Intensiva. Vol. 21. Núm. 11. p. 324-331. 2009.

-Bittencourt, A. F.; Waitzberg, D. L. Diarreia e constipação intestinal em terapia nutricional enteral. Dissertação de Mestrado. Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. São Paulo. 2013.

-Cartolano, F. C.; Lúcia C.; Soriano, F. G. Terapia nutricional enteral : aplicação de indicadores de qualidade. Rev. Bras. Ter. Intensiva. Vol. 21. Núm. 3. p.376-383. 2009.

-Cervo, A. S.; Magnago, T. S. B. S.; Carollo, J. B.; Chagas, B. P.; Oliveira, A. S; Urbanetto, J. S. Adverse events related to the use of enteral nutritional therapy. Revista Gaúcha de Enfermagem. Vol. 35. Núm. 2. p. 53-59. 2014.

-Fujino, V.; Nogueira, L. A. B. N. S. Terapia nutricional enteral em pacientes graves : revisão de literatura. Arq. Ciênc. Saúde. Vol. 14. Núm. 4. p. 220-226. 2007.

-Guerra, T. L. S.; Mendonça, S. S.; Marshall, N. G. Incidence of constipation in an intensive care unit. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. Vol. 25. Núm. 2. p. 87-92. 2013.

-Lipschitz, D. A. Screening for Nutritional Status in the Elderly. Primary Care. Vol. 21. Núm. 1. p. 55-67.1994.

-Martins, R. C. F. C.; Vital, W. C.; Amaral, J. F; Volp, A. C. P. Perfil nutricional de pacientes internados em unidade de terapia intensiva. Nutr. clin. diet. hosp. Vol. 37. Núm. 4. p.40-47. 2017.

-Matsuba, C. S. T.; Ciosak, S.I.; Serpa, L. F.; Poltronieri, M.; Oliseki, M. S. Terapia Nutricional: Administração e Monitoramento Autoria: Projeto Diretrizes. p. 1-12. 2011.

-Mcclave, S. A.; Dibaise, J. K.; Mullin, G. E.; Martindale, R. G. ACG clinical guideline: Nutrition therapy in the adult hospitalized patient. American Journal of Gastroenterology. Vol. 111. Núm. 3. p.315-334. 2016.

-Mcclave, S. A.; Taylor, B. E.; Martindale, R. G.; Warren, M. M.; Johnson, D. R.; Braunshweig, B.; Mcclarthy, M. S.; Davanos, E.; Rice, T. W.; Cresci, G. A.; Gervasio, J. M.; Sacks, G. S.; Roberts, P. R.; Compher, C. Guidelines for the Provision and Assessment of Nutrition Support Therapy in the Adult Critically Ill Patient: Society of Critical Care Medicine (SCCM) and American Society for Parenteral and Enteral Nutrition (A.S.P.E.N.). Journal of Parenteral and Enteral Nutrition. Vol. 40. Núm. 2. p.159-211. 2016.

-Pereira, S. R. M.; Coelho, M. J.; Mesquita, A. M. F.; Teixeira, A. O.; Graciano, S. A. Causas da retirada não planejada da sonda de alimentação em terapia intensiva. Acta. Paul. Enferm. Vol. 26. Núm. 4. p. 338-344. 2013.

-Salomão, A. B.; Moura, R. R.; Nascimento, J. E. A. Early nutritional therapy in trauma: after A, B, C, D, E, the importance of the F (FEED). Rev. Col. Bras. Cir. Vol. 40. Núm. 4. p.342-346. 2013.

-Silva, A. S.; Mannarino, I. C.; Moreira, A. S. B. Risco nutricional em pacientes idosos hospitalizados como determinante de desfechos clínicos. Revista Brasileira de Geriatria & Gerontologia. Vol. 16. Núm 2. p. 32-37. 2012.

-Stefanello, M. D.; Poll, F. A. Estado nutricional e dieta enteral prescrita e recebida por pacientes de uma Unidade de Terapia Intensiva. Arquivos Brasileiros de Ciências da Saúde. Santa Cruz do Sul. Vol. 38. Núm. 3. p. 133-141. 2013.

-Waitzberg, D. L.; Enck, C. R.; Miyahira, N. S.; Mourão, J. R. P.; Faim, M. M. R.; Oliseski, M.; Borges, A. Terapia Nutricional : Indicadores de Qualidade. Projeto Diretrizes. p. 1-11. 2011.

-Waitzberg, D. L.; Caiffa, W. T.; Correia, M. I. Hospital malnutrition: the Brazilian national survey (IBRANUTRI): a study of 4000 patients. Nutrition, 2001. Disponível em: <http://www.hgb.rj.saude.gov.br/ciencia/nutri/nut01.asp>. Acesso em: 2/04/2018.

-WHO. A. A. A Police Framework. A Contribution of the World Health Organization to the second United Nations World Assembly on Aging. Madrid. Spain. April. 2002.

Publicado
2020-10-17
Como Citar
Leopoldino, I. J. F., & Silva, R. C. C. da. (2020). Indicadores de qualidade em terapia nutricional enteral em idosos internados no hospital universitário de Lagarto-SE. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 14(85), 155-160. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1198
Seção
Artigos Científicos - Original