Um estudo sobre a eficiência da educação nutricional em adolescentes escolares

  • Luiza Deutschendorf Ferreira Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.
  • Sabrina Dellandrea Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.
  • Kananda Kormann Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.
  • Deisi Maria Vargas Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.
  • Luciane Coutinho de Azevedo Universidade Regional de Blumenau - FURB; Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI, Brasil.
Palavras-chave: obesidade, sobrepeso, adolescência, intervenção nutricional

Resumo

Introdução e Objetivo: Os anos escolares são um período chave como alvo de intervenções nutricionais para promoção de hábitos de vida saudáveis, dessa forma o estudo tem como objetivo avaliar o impacto da intervenção nutricional em grupo no estado nutricional de estudantes adolescentes de uma escola pública municipal de Blumenau. Materiais e Métodos: Trata-se de um estudo de caráter longitudinal, experimental, aplicado e de abordagem quantitativo com uma amostra de 91 escolares entre 10 e 17 anos de idade de ambos os sexos. Os adolescentes realizaram avaliação antropométrica nos anos de 2017, 2018 e 2019 e participaram de 6 atividades de Educação Alimentar e Nutricional no ano de 2018. A comparação entre as médias dos grupos foi realizada pelo teste t Student pareado (antes e depois dos períodos sem e com intervenção). A associação entre variáveis qualitativas foi testada com auxílio de teste Q-quadrado. Nas análises estatísticas foi adotado p<0,05. Resultados: No período de intervenção, observou-se aumento no número de adolescentes do sexo masculino com magreza e do sexo feminino com eutrofia, e redução na frequência de sobrepeso e obesidade em ambos os sexos. Por outro lado, verificou-se redução da magreza e eutrofia e aumento do número de adolescentes com sobrepeso e obesidade. Não houve diferença estatística na média dos indicadores antropométricos índice de massa corporal/Idade e Estatura/Idade entre o início e término dos períodos sem ou com intervenção nutricional. Conclusão: Apesar da falta de diferença estatística nos indicadores antropométricos de avaliação, as atividades realizadas foram acompanhadas de modificações favoráveis no estado nutricional dos adolescentes avaliados.

Biografia do Autor

Luiza Deutschendorf Ferreira, Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.

Acadêmica do curso de Nutrição FURB.

Sabrina Dellandrea, Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.

Acadêmica do curso de Nutrição FURB.

Kananda Kormann, Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.

Acadêmica do curso de Nutrição FURB.

Deisi Maria Vargas, Fundação Universidade Regional de Blumenau-FURB, Blumenau-SC, Brasil.

Doutora em Medicina e Cirurgia na Universitat Autònoma de Barcelona; Docente do curso de Medicina da Universidade Regional de Blumenau (FURB); Docente do Mestrado de Saúde Coletiva (FURB); Membro do Grupo de estudo em condições crônicas previníveias na Infância e Adolescencia; Linha de pesquisa Promoção à Saúde e Integralidade do Cuidado.

Luciane Coutinho de Azevedo, Universidade Regional de Blumenau - FURB; Universidade do Vale do Itajaí - UNIVALI, Brasil.

Doutora em Neurociências pela UFSC; Docente dos cursos de nutrição da Universidade Regional de Blumenau (FURB) e da Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI); Docente do Mestrado de Saúde Coletiva (FURB); Membro do Grupo de estudo em condições crônicas previníveias na Infância e Adolescencia. Linha de pesquisa Promoção à Saúde e Integralidade do Cuidado.

Referências

-Adab, P.; Pallan, M.J.; Lancashire, E.R.; Hemming, K.; Frew, E.; Griffin, T.; Barret, T.; Bhopal, R.; Cade, J.; Daley, A.; Deeks, J.; Duda, J.; Ekelund, U.; Gill, P.; McGee, E.; Parry, J.; Passmore, S.; Cheng, K. K. A cluster-randomised controlled trial to assess the effectiveness and cost- effectiveness of a childhood obesity prevention program delivered through schools, targeting 6-7 year old children: the WAVES study protocol. BMC Public Health. Vol. 15. Num. 488. 2015.

-Anzolin, C.; Ouriques, C.M.; Höfelmann, D.A.; Mezadri, T. Intervenções nutricionais em escolares. Revista Brasileira em Promoção da Saúde. Fortaleza. Vol. 23. Num. 4. 2010. p. 293-306.

-Fairclough, S.J.; Hackett, A.F.; Davies, I.G.; Gobbi, R.; Mackintosh, K.A.; Warburton, G.L.; Stratton, G.; Van Sluijs, E.M.; Boddy, L.M. Promoting healthy weight in primary school children through physical activity and nutrition education: a pragmatic evaluation of the Change! randomised intervention study. BMC Public Health. Vol. 13. Num. 626. 2013.

-França, C.J.; Carvalho, V.C.H.S. Estratégias de educação alimentar e nutricional na atenção primária: uma revisão da literatura. Revista Saúde Debate. Vol. 41. Num. 114. 2017. p. 932-948.

-Honicky, M.; Kuhl, A.M.; Melhem, A.R.F. Intervenção nutricional em crianças e adolescentes com excesso de peso. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. São Paulo. Vol. 11. Num. 66. 2017. p. 486-495.

-NCD Risk Factor Collaboration. Worldwide trends in body-mass index, underweight, overweight, and obesity from 1975 to 2016: a pooled analysis of 2416 population-based measurement studies in 128-9 million children, adolescents, and adults. The Lancet. Vol. 390. Num. 10.113. 2017. p. 2.627-2.642.

-Mahan, L.K.; Escott-Stump, S.; Raymond, J.L. Krause: alimentos, nutrição e dietoterapia. Rio de Janeiro. Elsevier. 2012. p. 1.227.

-Ministério da Educação. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Cartilha Nacional da Alimentação Escolar. Brasília. 2014.

-Ministério da Educação. Diário Oficial da União. Dispõe sobre atendimento da alimentação escolar e do Programa Dinheiro Direto na Escola aos alunos da educação básica. Lei, Num. 11.947 de 16 de junho de 2009. Brasília. 2009.

-Ministério da Saúde. Departamento de Atenção Básica. Vigilância alimentar e nutricional - SISVAN: Orientações básicas para a coleta, o processamento, a análise de dados e a informação em serviços de saúde. Brasília. 2004.

-Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Obesidade. Caderno de Atenção Básica. Num. 12. Brasília. 2016.

-Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Política Nacional de Atenção Básica. Brasília. 2012.

-Ministério da Saúde. Relatórios do Estado Nutricional dos indivíduos acompanhados por período, fase do ciclo de vida e índice. Brasília. 2017.

-Ministério da Saúde. Relatórios do Estado Nutricional dos indivíduos acompanhados por período, fase do ciclo de vida e índice. Brasília. 2018.

-Prefeitura Municipal de Blumenau. Secretaria Municipal de Educação. Diretoria de Programas e Projetos Integrados. Programa de Saúde na Escola. Blumenau. 2014.

-Prefeitura Municipal de Blumenau. Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional. Plano Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional 2015-2019. Blumenau. 2016.

-Prefeitura Municipal de Blumenau. Secretaria de Educação. Conselho de Alimentação Escolar. Blumenau. 2019.

-Santos, C.S.; Gabriel, C.G.; Rossi, C.E.; Antonelli, E.J.; Alves, D.O.; Favarin, T.; Schmitt, S. S. Ações educativas em nutrição para prevenção de obesidade em escolares de Florianópolis-SC. Extensio. Florianópolis. Num. 2. 2005.

-Shuh, D.S.; Goulart, M.R.; Barbiero, S.M.; Sica, C.D.; Borges, R.; Moraes, D.W.; Pellanda, L.C. Escola Saudável é mais Feliz: Design e Protocolo de um Ensaio Clínico Randomizado Desenvolvido para Prevenir o Ganho de Peso em Crianças. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 108. Num. 6. 2017. p. 501-507.

-União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação. Ação Fome Zero. Boletim de desempenho: prêmio gestor eficiente da merenda escolar 2012. Brasil. 2012.

-World Health Organization. Child growth standards: length/height-for- age, weight-for-age, weight-for-length, weight-for-height and body mass index-for-age. Methods and development. Geneva. 2006.

-World Health Organization. Consideration of the evidence on childhood obesity for the Commission on Ending Childhood Obesity. Report of the Ad hoc Working Group on Science and Evidence for Ending Childhood Obesity. Geneva. 2016.

Publicado
2020-10-17
Como Citar
Ferreira, L. D., Dellandrea, S., Kormann, K., Vargas, D. M., & Azevedo, L. C. de. (2020). Um estudo sobre a eficiência da educação nutricional em adolescentes escolares. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 14(85), 199-206. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1229
Seção
Artigos Científicos - Original