Perfil glicêmico e lipídico de pacientes submetidos a cirurgia bariátrica

  • Ana Paula Dorta de Freitas Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), Programa de Residência Multiprofissional em Endocrinologia, Goiânia, Goiás, Brasil.
  • Amélia Cristina Stival Duarte Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), Programa de Residência Multiprofissional em Endocrinologia, Goiânia, Goiás, Brasil.
  • Ana Maria Joana Carolina Couto Gonçalves da Silva Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), Programa de Residência Multiprofissional em Endocrinologia, Goiânia, Goiás, Brasil.
  • Tereza Raquel Mendonça Souza Silva Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), Programa de Residência Multiprofissional em Endocrinologia, Goiânia, Goiás, Brasil.
Palavras-chave: Diabetes Mellitus. Cirurgia bariátrica. Comorbidade. Dislipidemia. Perda de peso

Resumo

Objetivo: Analisar o impacto da cirurgia bariátrica nos perfis glicêmico e lipídico. Materiais e Métodos: Estudo transversal analítico, que faz parte do projeto matriz multiprofissional intitulado “Avaliação multiprofissional do paciente obeso em pré e pós operatório de cirurgias bariátrica e/ou metabólica” desenvolvido no Hospital Geral Alberto Rassi em Goiânia-GO. Os dados foram coletados durante a consulta de nutrição do PCCO (Programa de Controle e Cirurgia da Obesidade). A pesquisa incluiu participantes de ambos os sexos e que estavam em acompanhamento de pré e pós operatório de cirurgia bariátrica. Foram analisadas as variáveis: sexo; idade; nível de escolaridade; antropometria; presença de comorbidades no pré e pós operatório, níveis bioquímicos (no pré operatório e no período de 6 a 24 meses de pós operatório) de colesterol total, LDL-colesterol, HDL-colesterol, triglicerídeos, glicemia de jejum e hemoglobina glicada. A análise estatística foi realizada no programa IBM SPSS Statistics for Windows 16.0. Resultados: A amostra foi composta por 26 pacientes, a comorbidade prevalente foi hipertensão (88,5%), seguida de diabetes (46,2%) e dislipidemia (38,5%). Os níveis séricos de hemoglobina glicada, glicemia de jejum, colesterol total, LDL-colesterol, triglicerídeos, peso, Índice de Massa Corporal, demonstraram diferenças estatísticas antes e após a cirurgia. Conclusão: A cirurgia bariátrica demostrou-se eficaz na perda de peso, no controle glicêmico e lipídico, resultando em melhora das comorbidades associadas a obesidade.

Referências

-Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO). Diretrizes Brasileiras Obesidade 2016. 4ª edição. Itapevi. AC Farmacêutica. 2016.

-Atualização da Diretriz de Prevenção Cardiovascular da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) - 2019. Revista Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 113. Núm. 4. p. 787-891. 2019.

-Barros, L. M.; Moreira, R. A. N.; Frota, N. M.; Caetano, J. A. Mudanças na qualidade de vida após a cirurgia bariátrica. Revista de Enfermagem UFPE. Vol. 7. Núm. 5. p. 1265-1275. 2013.

-Borges, T. O.; Fortes, R. C. Alterações no estado nutricional e perfil metabólico de mulheres antes e após gastroplastia redutora com derivação intestinal em Y-de-Roux. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 10. Núm. 60. p. 278-287. 2016.

-Bose, M.; Oliván, B.; Teixeira, J.; Pi-Sunyer, F. X.; Laferrère, B. Do incretins play a role in the remission of type 2 diabetes after gastric bypass surgery: what are the evidence? Obes Surg. Vol. 19. Núm. 2. p. 217-229. 2009.

-Buse, J. B.; Caprio, S.; Cefalu, W. T.; Ceriello, A.; Del Prato, S.; Inzucchi, S. E.; McLaughlin, S.; Phillips, G. L.; Robertson, R. P.; Rubino, F.; Kahn, R.; Kirkman, M. S. How do we define cure of diabetes? Diabetes Care. Vol. 32. Núm. 11. p. 2133-2135. 2009.

-Caldas, J. P.; Fachieri, C.H.; Canesso, A.; Cesquini, M.; Bernardes, C.F. Acompanhamento do perfil glicêmico de indivíduos obesos submetidos à cirurgia bariátrica. Revista Cuidarte Enfermagem. Vol. 10. Núm. 2. p. 109-115. 2016.

-Cambi, M. P. C.; Marchesini, J. B. Acompanhamento clínico, dieta e medicação. In Júnior, A.B.G. Cirurgia da Obesidade. São Paulo. Atheneu. 2006. Cap. 34. p. 255-272.

-Carlucci, E. M. S. C.; Gouvêa, J. A. G.; Oliveira, A.; Silva, J. D.; Cassiano, A. C. M.; Bennemann, R. M. Obesidade e sedentarismo: fatores de risco para doença cardiovascular. Com. Ciências Saúde. Vol. 24. Núm. 4. p. 375-384. 2013.

-Carvalho, P. S.; Moreira, C. L. C. B.; Barelli, M. C.; Oliveira, F. H.; Guzzo, M. F.; Miguel, G. P. S.; Zandonade, E. Cirurgia bariátrica cura síndrome metabólica? Arq Bras Endocrinol Metab. Vol. 51. Núm.1. p. 79-85. 2007.

-Castanha, C. R.; Ferraz, A. A. B.; Castanha, A. R.; Belo, G. Q. M. B.; Lacerda, R. M. R.; Vilar, L. Avaliação da qualidade de vida, perda de peso e comorbidades de pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. Rev Col Bras Cir. Vol. 45. Núm. 3. p. e1864. 2018.

-Chooi, Y. C.; Ding, C.; Magkos, F. The epidemiology of obesity. Metabolism: Clinical and experimental. 2018.

-Diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) 2017-2018. São Paulo: Editora Clannad, 2017.

-Girundi, M. G. Remissão do Diabetes Mellitus Tipo 2 dezoito meses após gastroplastia com derivação em Y-de-Roux. Rev. Col. Bras. Cir. Vol. 43. Núm. 3. p. 149-153. 2016.

-Maia, R. P.; Silva, P. C. C.; Duarte, A. C. S.; Costa, R. M. Avaliação do perfil nutricional e qualidade de vida após realização de cirurgia bariátrica em um Hospital Público de Goiânia, Brasil. Revista Demetra: Alimentação, Nutrição & Saúde. Vol.13. Núm.1. p. 147-164. 2018.

-Major, P.; Matlok, M.; Pedziwiatr, M.; Migaczewski, M.; Budzynski, P.; Stanek, M.; Kisielewski, M.; Natkaniec, M.; Budzynski, A. Quality of Life After Bariatric Surgery. Obesity Surgery. Vol. 25. Núm. 9. p. 1703-1710. 2015.

-Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (VIGITEL): Estimativas sobre Frequência e Distribuição Sociodemográfica de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas nas Capitais dos 26 Estados Brasileiros e no Distrito Federal em 2018. Brasília: Ministério da Saúde. 2018.

-Oliveira, C. C. A.; Pinto, S. L. Perfil nutricional e perda de peso de pacientes submetidos à cirurgia de bypass gástrico em Y de Roux. Revista Brasileira de Nutrição Clínica. Vol. 31. Núm. 1. p. 18-22. 2016.

-Oliveira, D. M.; Merighi, M. A. B.; Jesus, M. C. P. A decisão da mulher obesa pela cirurgia bariátrica à luz da fenomenologia social. Revista da Escola de Enfermagem da USP. Vol. 48. Núm. 6. p. 970-976. 2014.

-Oliveira, L. S. F.; Filho, M. L. M.; Castro, J. B. P.; Touguinha, H. M.; Silva, P. C. R.; Ferreira, M. E. C. Repercussões da cirurgia bariátrica na qualidade de vida, no perfil bioquímico e na pressão arterial de pacientes com obesidade mórbida. Revista Fisioterapia e Pesquisa. Vol. 25. Núm. 3. p. 284-293. 2018.

-Palheta, R. C. A.; Costa, V. V. L.; Brígida, E. P. S.; Dias, J. S.; Nogueira, A. A. C.; Figueira, M. S. Avaliação da perda de peso e comorbidades em pacientes submetidos à cirurgia bariátrica em uma clínica particular em Belém-PA. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 11. Núm. 65. p. 281-289. 2017.

-Peres, L. A. B.; Matsuo, T.; Tanaka, T. M.; Tsuchiya, R. S.; Matsumoto, H. M.; Marchesini, J. C.; Aita, C.; Sagae, U. E.; Bonatto, M. W.; Queiroz, G. T. Efeitos da cirurgia metabólica no portador de diabetes mellitus tipo 2. Rev Bras Clin Med. Vol. 11. Núm. 3. p. 223-226. 2013.

-Pujante, P.; Hellín, M. D.; Fornovi, A.; Camblor, P. M.; Ferrer, M.; García-Zafra, V.; Hernández, A. M.; Frutos, M. D.; Luján-Monpeán, J.; Tébar, J. Modification of cardiometabolic profile in obese dia - betic patients after bariatric surgery: changes in cardiovascular risk. Rev Esp Cardiol. Vol. 66. Núm. 10. p. 812-818. 2013.

-Ribeiro, E. M.; Ávila, R. I.; Santos, R. R. S.; Garrote, C. F. D. Impact of bariatric surgery on patients from Goiás, Brazil, using the BAROS method - a preliminary study. GE Port J Gastroenterol. Vol. 22. Núm. 3. p. 93-102. 2015.

-Santos, H. N.; Lima, J. M. S.; Souza, M. F. C. Estudo comparativo da evolução nutricional de pacientes candidatos à cirurgia bariátrica assistidos pelo Sistema Único de Saúde e pela Rede Suplementar de Saúde. Revista Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 19. Núm. 5. p. 1359-1365. 2014.

-Silva, E. M.; Sanches, M. D. Perfil lipídico de obesos antes e após a derivação gástrica a Fobi-Capella. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Vol. 33. Núm. 2. p. 91-95. 2006.

-Silva-Neto, E. F.; Vázquez, C. M. P.; Soares, F. M.; Silva, D. G.; Souza, M. F. C.; Barbosa, K. B. F. Cirurgia bariátrica reverte risco metabólico em pacientes assistidos em nível ambulatorial. Arq Bras Cir Dig. Vol. 27. Núm.1 p. 38-42. 2014.

-Tedesco, A. K.; Biazotto, R.; Gebara, T. S. S.; Cambi, M. P. C.; Baretta, G. A. P. Pré e pós-operatório de cirurgia bariátrica: algumas alterações bioquímicas. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva. Vol. 29. Núm. 1. p. 67-71. 2016.

-Vila, M.; Ruíz, O.; Belmonte, M.; Riesco, M.; Barceló, A.; Perez, G.; Moreiro, J.; Salinas, R. Changes in lipid profile and insulin resistance in obese patients after Scopinaro biliopancreatic diversion. Obes Surg. Vol. 19. Núm. 3. p. 299-306. 2009.

-World Health Organization. WHO. Obesity and overweight. Report of a WHO consultation on obesity. Geneva, Switzerland: WHO. 2018.

Publicado
2020-11-03
Como Citar
Freitas, A. P. D. de, Duarte, A. C. S., Silva, A. M. J. C. C. G. da, & Silva, T. R. M. S. (2020). Perfil glicêmico e lipídico de pacientes submetidos a cirurgia bariátrica. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 14(87), 671-679. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1350
Seção
Artigos Científicos - Original