Prevalência do índice de massa corporal e imagem corporal em adolescentes de Maringá-PR

  • Flávia Évelin Bandeira Lima Universidade Estadual do Norte do Paraná, Jacarezinho, Paraná, Brasil; Doutora em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Metodista de Piracicaba-UNIMEP, Piracicaba-SP, Brasil.
  • Mariane Lamin Francisquinho Universidade Estadual do Norte do Paraná; Graduação em Educação Física, Licenciatura e Bacharelado pela Universidade Estadual do Norte do Paraná, Jacarezinho-PR, Brasil.
  • Mariane Aparecida Coco Universidade Estadual do Norte do Paraná; Graduação em Educação Física, Licenciatura e Bacharelado pela Universidade Estadual do Norte do Paraná, Jacarezinho-PR, Brasil.
  • Walcir Ferreira Lima Universidad de Extremadura (UEX); Doutor em Atividade Física e Saúde pela Universidad de Extremadura, Cáceres, Extremadura, Espanha.
  • Silvia Bandeira da Silva Lima Universidad de Extremadura (UEX); Doutora em Atividade Física e Saúde pela Universidad de Extremadura, Cáceres, Extremadura, Espanha.
Palavras-chave: Imagem corporal, Índice de massa corporal, Saúde do adolescente

Resumo

Introdução: No período da adolescência a autoestima está bastante ligada com a relação que o jovem tem com seu corpo. É uma transição desafiadora, marcada pela perda da imagem infantil e a maturação para a fase adulta, consequentemente, há um incômodo com a sua imagem corporal. Objetivo: Avaliar a correlação e a prevalência do IMC com a Imagem Corporal em adolescentes de ambos os sexos da cidade de Maringá-PR. Materiais e Métodos: Participaram deste estudo 372 adolescentes de 12 a 14 anos de idade, de escolas públicas. Foi avaliado o IMC de acordo com Conde e Monteiro (2006) e utilizou-se o teste Body Shape Questionnaire-BSQ (Questionário de Imagem Corporal) que consta de 34 questões para avaliar o grau de preocupação com a forma do corpo. As análises estatísticas foram feitas através do Statistical Package for the Social Science, versão 26.0. Para a normalidade o teste Kolmogorov-Smirnov, a homocedastidade o teste de Levene. Na comparação de médias utilizou-se o Teste t para variáveis com distribuição normal e U de Mann-Whitney para não normal, o teste de Qui-quadrado foi utilizado para comparar proporções. Resultados: Verifica-se que uma grande parte dos adolescentes estão acima do peso ideal para a idade, principalmente as meninas. A insatisfação com a imagem corporal está presente em 33,3% dos avaliados, sendo que o sexo feminino apresenta um maior nível de distorção. Conclusão: É importante que o professor de Educação Física em conjunto com a escola intervenha especialmente com esta faixa etária sobre a existência da insatisfação de imagem corporal e o excesso de peso, evitando possíveis transtornos psicológicos.

Referências

-Aerts, D.; Chinazzo, H.; Santos, J. A. D.; Oserow, N. R. Percepção da imagem corporal de adolescentes escolares brancas e não brancas de escolas públicas do Município de Gravataí, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Epidemiologia e Serviços de Saúde. Vol. 20. Num. 3. 2011. p. 363-372.

-Alvarenga, M. D. S.; Philippi, S. T.; Lourenço, B. H.; Sato, P. D. M.; Scagliusi, F. B. Insatisfação com a imagem corporal em universitárias brasileiras. Jornal brasileiro de psiquiatria. Vol. 59. Num. 1. 2010. p. 44-51.

-Branco, L. M.; Hilário, M. O. E.; Cintra, I. D. P. Percepção e satisfação corporal em adolescentes e a relação com seu estado nutricional. Archives of Clinical Psychiatry. São Paulo. Vol. 33. Num. 6. 2006. p. 292-296.

-Cai, Y.; Zhu, X.; Wu, X. Overweight, obesity, and screen-time viewing among Chinese school-aged children: national prevalence estimates from the 2016 Physical Activity and Fitness in China-The Youth Study. Journal of sport and health science. Vol. 6. Num. 4. 2017. p. 404-409.

-Caqueo-Urízar, A.; Ferrer-García, M.; Toro, J.; Gutiérrez-Maldonado, J.; Peñaloza, C.; Cuadros-Sosa, Y.; Gálvez-Madrid, M. J. Associations between sociocultural pressures to be thin, body distress, and eating disorder symptomatology among Chilean adolescent girls. Body Image. Vol. 8. Num. 1. 2011. p. 78-81.

-Castro, I. R. R. D.; Levy, R. B.; Cardoso, L. D. O.; Passos, M. D. D.; Sardinha, L. M. V.; Tavares, L. F.; Martins, A. Imagem corporal, estado nutricional e comportamento com relação ao peso entre adolescentes brasileiros. Ciência & saúde coletiva. Vol. 15. 2010. p. 3099-3108.

-Chiara, V.; Sichieri, R.; Martins, P. D. Sensibilidade e especificidade de classificação de sobrepeso em adolescentes, Rio de Janeiro. Revista de Saúde Pública. Vol. 37. 2003. p. 226-231.

-Conde, W. L.; Monteiro, C. A. Body mass index cutoff points for evaluation of nutritional status in Brazilian children and adolescents. Jornal de Pediatria. Vol. 82. Num. 4. 2006. p. 266-272.

-Conti, M. A.; Cordás, T. A.; Latorre, M. D. R. D. D. A study of the validity and reliability of the Brazilian version of the Body Shape Questionnaire (BSQ) among adolescents. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil. Vol. 9. Num. 3. 2009. p. 331-338.

-Cooper, P. J. Taylor, M. J.; Cooper, Z.; Fairbum, C. G. The development and validation of the Body Shape Questionnaire. International Journal of eating disorders. Vol. 6. Num. 4. 1987. p. 485-494.

-Cordás, T. A. Cirurgia plástica e transtornos alimentares. Brazilian Journal of Psychiatry. Vol. 27. Num. 4. 2005. p. 347-347.

-Damasceno, M. L.; Schubert, A.; Oliveira, A. P.; Sonoo, C. N.; Vieira, J. L. L.; Vieira, L. F. Associação entre comportamento alimentar, imagem corporal e esquemas de gênero do autoconceito de universitárias praticantes de atividades físicas. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde. Vol. 16. Num. 2. 2011. p. 138-143.

-Dohnt, H. K.; Tiggemann, M. Body image concerns in young girls: The role of peers and media prior to adolescence. Journal of youth and adolescence. Vol. 35. Num. 2. 2006. p. 135.

-Flores-Cornejo, F.; Kamego-Tome, M.; Zapata-Pachas, M. A.; Alvarado, G. F. Association between body image dissatisfaction and depressive symptoms in adolescents. Brazilian Journal of Psychiatry. Vol. 39. Num. 4. 2017. p. 316-322.

-Fortes, L. D. S.; Amaral, A. C. S.; Almeida, S. d. S.; Ferreira, M. E. C. Effects of psychological, morphological and sociodemographic variables on adolescents’ eating behavior. Revista Paulista de Pediatria. Vol. 31. Num. 2. 2013. p. 182-8.

-Glaner, M. F.; Pelegrini, A.; Cordoba, C. O.; Pozzobon, M. E. Associação entre insatisfação com a imagem corporal e indicadores antropométricos em adolescentes. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte. Vol. 27. Num. 1. 2013. p. 129-136.

-Mohammadpour-Ahranjani, B.; Karandish, M.; Eshraghian, M. R.; Kalantari, N. Prevalence of overweight and obesity in adolescent Tehrani students, 2000-2001: an epidemic health problem. Public health nutrition. Vol. 7. Num 5. 2004. p. 645-648.

-Neves, A. N.; Hirata, K. M.; Tavares, M. D. C. G. C. Imagem corporal, trauma e resiliência: reflexões sobre o papel do professor de Educação Física. Psicologia escolar e educacional. Vol. 19. Num. 1. 2015. p. 97-104.

-Pedraza, D. F.; Sousa, C. P. C.; Olinda, R. A. Prevalência e fatores associados à autopercepção corporal em escolares do nordeste brasileiro. Revista Eletrônica de Enfermagem. Vol. 20. 2018.

-Pereira, É. F.; Graup, S.; Lopes, A. D. S.; Borgatto, A. F.; Daronco, L. S. E. Percepção da imagem corporal de crianças e adolescentes com diferentes níveis socio-econômicos na cidade de Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil. Vol. 9. Num. 3. 2009. p. 253-262.

-Petroski, E. L.; Pelegrini, A.; Glaner, M. F. Motivos e prevalência de insatisfação com a imagem corporal em adolescentes. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 17. 2012. p. 1071-1077.

-Petroski, E. L.; Pelegrini, A.; Glaner, M. F. Insatisfação corporal em adolescentes rurais e urbanos. Motricidade. Vol. 5. Num. 4. 2009. p. 13-25.

-Silva, K. D.; Medeiros-Silva, F. D.; Oliveira-Neto, L. Imagem corporal em adolescentes obesas: uma revisão. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Sâo Paulo. Vol. 11. Num. 64. 2017. p. 217-223.

-Triches, R. M.; Beal, G. K. Insatisfação corporal e fatores associados em escolares em um município do interior do Paraná. Arquivos de Ciências da Saúde da UNIPAR. Vol. 22. Num. 3. 2018.

Publicado
2021-07-15
Como Citar
Lima, F. Évelin B., Francisquinho, M. L., Coco, M. A., Lima, W. F., & Lima, S. B. da S. (2021). Prevalência do índice de massa corporal e imagem corporal em adolescentes de Maringá-PR. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 14(88), 898-905. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1435
Seção
Artigos Ciení­ficos - Original