Diferenças regionais do consumo de frutas, verduras e hortaliças em adolescentes

  • Iza Cristina Vasconcelos Martins Programa de Pós-graduação em Hebiatria, Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil.
  • Carla Menêses Hardman Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Programa de Pós-graduação em Educação Física, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil.
  • Maria Laura Siqueira de Souza Andrade Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Programa de Pós-graduação em Nutrição. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil.
  • Ana Raquel Mendes dos Santos Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física da Universidade de Pernambuco/Universidade Federal da Paraíba, Recife, Pernambuco, Brasil.
  • Anísio Luiz Silva Brito Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física da Universidade de Pernambuco/Universidade Federal da Paraíba, Recife, Pernambuco, Brasil.
  • Fernanda Cunha Soares Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física da Universidade de Pernambuco/Universidade Federal da Paraíba, Recife, Pernambuco, Brasil.
  • Mauro Virgílio Gomes de Barros Grupo de Pesquisa em Estilo de Vida e Saúde (GPES), Universidade de Pernambuco, Recife, Pernambuco, Brasil; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física da Universidade de Pernambuco/Universidade Federal da Paraíba, Recife, Pernambuco, Brasil.
Palavras-chave: região geográfica, consumo de alimentos, comportamento do adolescente, estudantes

Resumo

Objetivo: Comparar a frequência de consumo de frutas e verduras/hortaliças em adolescentes de Pernambuco de diferentes regiões. Materiais e Métodos: Estudo transversal, com 6.264 estudantes do ensino médio de Pernambuco. Foi utilizado um questionário adaptado do Global School-based Student Health Survey. As variáveis dependentes foram consumo de frutas e/ou sucos naturais e de verduras/hortaliças nos últimos 30 dias. As regiões foram categorizadas em Metropolitana, Zona da Mata e Semiárido. Para análise multivariada, realizou-se uma regressão logística ordinal múltipla, com modelo de odds proporcionais. Resultados: Dos adolescentes, 59,7% eram garotos e a maioria residia no Semiárido (45,9%). A proporção de adolescentes que consomem ≥ 3 vezes por dia frutas e/ou sucos naturais foi maior quando comparado àqueles que relataram consumir 1 a 2 vezes por dia ou menos de uma vez por dia. No entanto, do consumo de menos de uma vez por dia de verduras/hortaliças foi maior em comparação aos adolescentes que consumiam três ou mais vezes por dia independente da região. Verificou-se que 29% dos adolescentes apresentaram uma conduta alimentar de risco. Os adolescentes residentes na região do semiárido tinham menos chance de apresentar menor frequência de consumo de frutas e/ou sucos naturais (OR:0,87; IC95% 0,77:0,97), e menor frequência de consumo de verduras/hortaliças (OR: 0,81; IC95%  0,73:0,90) em comparação àqueles residentes na região metropolitana. Conclusão: Verificou-se que a região geográfica foi associada à frequência de consumo de frutas/sucos naturais e verduras/hortaliças, observando-se indicadores mais positivos entre os adolescentes do semiárido em comparação aos residentes na região metropolitana.

Referências

1. Neto, A.C.B.; de Andrade, M.I.S.; de Menezes Lima, V.L.; da Silva Diniz, A. Body weight and food consumption scores in adolescents from northeast Brazil. Rev Paul Pediatr. Vol.33. Num.3. 2015. p.318–25.
2. Levy-Costa, R.B.; Sichieri, R.; Pontes, N.S.; Monteiro, C.A. Household food availability in Brazil: distribution and trends (1974-2003). Rev Saude Publica. Vol.39. Num.4. 2005. p.530–40.
3. Craigie, A.M.; Lake, A.A.; Kelly, S.A.; Adamson, A.J.; Mathers, J.C. Tracking of obesity-related behaviours from childhood to adulthood: A systematic review. Maturitas. Vol.70. Num.3. 2011. p.266–84.
4. Barufaldi, L.A.; De Azevedo Abreu, G.; Oliveira, J.S.; Dos Santos, D.F.; Fujimori, E.; Vasconcelos, S.M.L.; et al. ERICA: Prevalence of healthy eating habits among Brazilian adolescents. Rev Saude Publica. Vol.50. Suppl.1. 2016. p.1s-9s.
5. Cook, L.T.; O’Reilly, G.A.; DeRosa, C.J.; Rohrbach, L.A.; Spruijt-Metz, D. Association between home availability and vegetable consumption in youth: a review. Public Health Nutr. Vol.14. Num.4. 2015. p.640–8.
6. Darfour-Oduro, S.A.; Buchner, D.M.; Andrade, J.E.; Grigsby-Toussaint, D.S. A comparative study of fruit and vegetable consumption and physical activity among adolescents in 49 Low-and-Middle-Income Countries. Sci Rep. Vol.8. Num.1. 2018. p.16-23.
7. De Moura Souza, A.; Barufaldi, L.A.; De Azevedo Abreu, G.; Giannini, D.T.; De Oliveira, C.L.; Dos Santos, M.M. et al. ERICA: Intake of macro and micronutrients of Brazilian adolescents. Rev Saude Publica. Vol.50. Supl.1. 2016. p.1s-15s.
8. Xavier, I.C.; Hardman, C.M.; Andrade, M.L.S.; de Barros, M.V.G. Frequency of consumption of fruits, vegetables and soft drinks: a comparative study among adolescents in urban and rural areas. Rev Bras Epidemiol. Vol.17. Num.2. 2014. p.371–80.
9. Hovdenak, I.M.; Stea, T.H.; Twisk, J.; Te Velde, S.J.; Klepp, K-I.; Bere, E. Tracking of fruit, vegetables and unhealthy snacks consumption from childhood to adulthood (15-year period): does exposure to a free school fruit programme modify the observed tracking? Int J Behav Nutr Phys Act. Vol.16. Num.1. 2019. p.22.
10. Louzada, M.L. da C.; Martins, A.P.B.; Canella, D.S.; Baraldi, L.G.; Levy, R.B.; Claro, R.M.; et al. Ultra-processed foods and the nutritional dietary profile in Brazil. Rev Saude Publica. Vol.49. Num.1. 2015. p.1–11.
11. Carvalho, P.D.; Barros, M.V.G.; Kelly, N.; Oliveira, R.; Lima, R.A. The prevalence of and factors associated with negative mental health indicators in adolescents attending high school. Rev Bras Saúde Matern Infant. Vol.11. Num.33. 2011. p.227–38.
12. Abreu, M.N.S.; Siqueira, A.L.; Caiaffa, W.T. Regressão logistica ordinal em estudos epidemiológicos. Rev Saúde Pública. Vol.43. Num.1. 2009. p.183–94.
13. BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Coordenação-Geral da Política de Alimentação e Nutrição. Guia alimentar para população brasileira: promovendo a alimentação saudável. Brasília; 2008.
14. Jorge, M.I.E.; Martins, I.S.; Araújo, E.A.C. Socioeconomic and behavioral differences in the living in a municipality of São Paulo, Brazil. Rev Nutr. Vol.21. Num.6. 2008. p.695–703.
15. Neutzling, M.B.; Assunção, M.C.F.; Malcon, M.C.; Hallal, P.C.; Menezes, A.M.B. Hábitos alimentares de escolares adolescentes de Pelotas, Brasil. Rev. Nutr. Vol.23. Num.3. 2010. p.379–88.
16. Nahas, M.V.; Barros, M.V.G.; Goldefine, B.D.G.; Lopes, A.S.L.; Hallal, P.C.H.; Farias Junior, J.C.; Oliveira, E.S. Physical activity and eating habits in public high schools Atividade física e hábitos alimentares em escolas públicas do ensino médio em diferentes regiões do Brasil: o projeto Saúde na Boa. Vol.12. Num.2. 2009. p.270–7.
17. Doku, D.; Koivusilta, L.; Raisamo, S.; Rimpela, A. Socio-economic differences in adolescents’ breakfast eating, fruit and vegetable consumption and physical activity in Ghana. Public Health Nutr. Vol.16. Num.5. 2013. p.864–72.
18. Peltzer, K.; Pengpid, S. Fruits and vegetables consumption and associated factors among in-school adolescents in seven African countries. Int J Public Health. Vol.55. Num.6. 2010. p.669–78.
19. Farias, J.; Lopes, A. Comportamentos de risco relacionados à saúde em adolescentes Health risk behaviors in adolescents. Rev Bras Ci e Mov. Vol.12. Num.1. 2004. p.7–12.
20. Smit, C.R.; Buijs, L.; van Woudenberg, T.J.; Bevelander, K.E.; Buijzen, M. The Impact of Social Media Influencers on Children’s Dietary Behaviors. Front Psychol. Vol.10. 2019. p.2975.
Publicado
2021-07-15
Como Citar
Martins, I. C. V., Hardman, C. M., Andrade, M. L. S. de S., Santos, A. R. M. dos, Brito, A. L. S., Soares, F. C., & Barros, M. V. G. de. (2021). Diferenças regionais do consumo de frutas, verduras e hortaliças em adolescentes. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 14(88), 906-913. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1442
Seção
Artigos Científicos - Original