Hábitos alimentares e grau de satisfação de discentes usuários do restaurante universitário da universidade federal do triângulo mineiro

  • Simone Abadia Aparecida da Costa Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba-MG, Brasil.
  • Fernanda Bringel de Pádua Assis Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba-MG, Brasil.
  • Gabriela Fornazari Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba-MG, Brasil.
  • Patrícia Maria Vieira Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba-MG, Brasil.
  • Emiliane Andrade Araújo Naves Universidade Federal do Triângulo Mineiro, Uberaba-MG, Brasil.
Palavras-chave: Estudantes, Consumo de Alimentos, Comportamento Alimentar

Resumo

Objetivo: Avaliar os hábitos alimentares e satisfação com relação ao cardápio de discentes usuários do Restaurante Universitário na Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Materiais e Métodos: Participaram da pesquisa 150 discentes, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 18 anos, e usuários do Restaurante Universitário há pelo menos seis meses. Foi aplicado um questionário, no qual foram avaliadas presença de doenças, alergias e intolerâncias alimentares, e estilo da alimentação; hábitos alimentares; e grau de satisfação quanto ao cardápio. Resultados e Discussão: Constatou-se que 88,00% dos indivíduos relataram ausência de doenças, e 82,67% não possuem estilo definido de alimentação. Quanto à utilização do Restaurante Universitário, 45,33% afirmaram que frequentam de 3 a 4 vezes na semana, sendo a localização o principal motivo para frequentá-lo. De forma geral, os universitários possuem um consumo adequado de cereais, leguminosas, carnes, hortaliças folhosas e não folhosas, e frutas. Em contrapartida, houve baixa aceitação de doces, e baixo consumo de peixes e ovos. Na avaliação da qualidade do cardápio, a temperatura e a apresentação das preparações apresentaram melhor aceitação, enquanto o porcionamento da carne interferiu negativamente na satisfação. Baseados na análise e sugestões dos usuários, propôs-se melhorias quanto ao cardápio, e elaboração de papéis bandeja visando a conscientização de alimentação saudável. Conclusão: Pode-se observar que a maioria dos discentes não apresentavam problemas de saúde e estilos alimentares definidos. Os usuários utilizavam no almoço o Restaurante Universitário devido à localização, e ingeriam com frequência os principais grupos alimentares. Identificou-se também que no geral a satisfação com relação ao cardápio foi satisfatória.

Referências

-Aquino, J.K.; Pereira, P.; Reis, V.M.C.P. Hábito e consumo alimentar de estudantes do curso de nutrição das faculdades de Montes Claros-Minas Gerais. Revista Multitexto, Montes Claros. Vol. 3, Num. 1. 2015. p. 82-88.

-Benvindo, J.L.S.; Pinto, A.M.S.; Bandoni, D.H. Qualidade nutricional de cardápios planejados para restaurantes universitários de universidades federais do Brasil. Demetra, Rio de Janeiro. Vol. 12. Num. 2. 2017. p. 447-464.

-Bisogni, C.A.; Jastran, M.; Blake, C.E. The construction of eating episodes, food scripts and food routines. In: Preedy V.; Watson, R.; Martin, C. Handbook of Behavior, Food, and Nutrition. Springer. New York. p. 987-1009, 2011.

-Braga, M.M.; Paternez, A.C.A.C. Avaliação do consumo alimentar de professores de uma universidade particular da cidade de São Paulo. Revista Simbio-Logias. Vol. 4. Num. 6. 2011. p. 84-97.

-Brasil. Ministério da Saúde. Guia alimentar para a população brasileira. 2ª edição. Brasília-DF. 2014. Disponível em: https://goo.gl/K7Nv2u. Acesso em: 9/07/2018.

-Busato, M.A.; Pedrolo, C.; Gallina, L.S.; Rosa, L. Ambiente e alimentação saudável: percepções e práticas de estudantes universitários. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde. Vol. 36. Num. 2. 2015. p. 75-84.

-Cardoso, L.A. Pesquisa de satisfação dos usuários do Restaurante Universitário da UFRGS. 2014. TCC Bacharelado em Administração. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre-RS. 2014.

-Cavalcante, J.M.; Antonio, K.L.S.; Baratto, I. Pesquisa de satisfação em um restaurante universitário no Sudoeste do Paraná-PR. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, São Paulo. Vol. 11. Num. 68. 2017. p. 661-666. Disponível em: http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/624/489

-Feil, C.C.; Adami, F.S.; Bosco, S.M.D.; Fassina, P. Pesquisa de satisfação dos comensais de uma unidade de alimentação e nutrição. Revista Uningá. Vol. 43. Num. 1. 2015. p. 32-35.

-Garcia, D.; Nabo, G.; Aleixo, V.; Correia, V.; Ribeiro, I.; Costa, M.C. Physical Activity and Dietary Habits in a University Population. Biomed and Biopharmaceutical Research. Lisbon. Vol. 9. Num. 2. 2013. p. 147-158.

-Gardin, E.T.O.; Cruvinel, E.B.S. Avaliação da satisfação dos clientes do restaurante universitário (RU) do Campus Londrina da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. TCC de Graduação em Tecnologia em Alimentos. Universidade Tecnológica Federal do Parana. Londrina. 2014.

-Ghetti, F.F.; Elias, M.A.R.; Pacheco, D.M. Análise dos indicadores de qualidade de uma unidade hospitalar de produção de refeições. Nutrire: Revista Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição. São Paulo. Vol. 36. Num. Suplemento 11° Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição. São Paulo. p. 102-102. 2011.

-Lee, Y. M.; Xu, H. Food Allergy Knowledge, Attitudes, and Preparedness Among Restaurant Managerial Staff. Journal of Foodservice Business Research. Vol. 18. Num. 5. 2015. p. 454-469.

-Leftwich, J.; Barnett, J.; Muncer, K.; Shepherd, R.; Raats, M.M.; Hazel Gowland, M.; Lucas, J.S. The challenges for nut-allergic consumers of eating out. Clinical and Experimental Allergy. Surrey. Vol. 41. Num. 2. 2011. p. 243-249.

-Mattar, F.N. Pesquisa de Marketing: metodologia e planejamento. São Paulo. Elsevier. 2014.

-Moreira Júnior, F.J.; Pafiadache, C.; Loose, L.H.; Piaia, R.; Scher, V.T.; Peripolli, A.; Palm, B. Satisfação dos usuários do restaurante universitário da Universidade Federal de Santa Maria: uma análise descritiva. Revista Sociais e Humanas. Vol. 28. Num. 02. 2015. p. 83-108.

-Novello, D.; Franceschini, P.; Quintiliano, D.A.; Ost, P.R. Ovo: Conceitos, análises e controvérsias na saúde humana. ALAN. Vol. 56. Num. 4. 2006. p.315-320.

-Oliveira, R.B.; Guaglianoni, D.G.; Demonte, A. Perfil do usuário, composição e adequação nutricional do cardápio oferecido em um restaurante universitário. Alimentos e Nutrição. Vol. 16. Num. 4. 2005. p. 397-401.

-Oliveira, T.M. O gosto pelo regional: alimentação e regionalismo no restaurante universitário da Universidade Federal Rural de Pernambuco. 2018. TCC Bacharelado em Gastronomia. Departamento de Tecnologia Rural, Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife. 2018.

-Pereira, D.S.D. Escolhas e preferências alimentares: um estudo com estudantes universitários. Dissertação de Mestrado em Psicologia Aplicada. Universidade do Minho. Braga. 2015.

-Santos, A.K.G.V.; Reis, C.C.; Chaud, D.M.A.; Morimoto, J.M.; Qualidade de vida e alimentação de estudantes universitários que moram na região central de São Paulo sem a presença dos pais ou responsáveis. Simbio-Logias: Revista Eletrônica de Educação, Filosofa e Nutriçāo. Vol. 7. Num. 10. 2014. p. 76–99.

-Santos, E.G. Perfil dos consumidores de ovos de poedeiras comerciais do município de Vilhena. TCC Bacharelado em Zootecnia. Faculdade da Amazônia. Vilhena. 2018.

-Universidade Federal do Triângulo Mineiro. Edital de pregão eletrônico nº 17/2018 - UFTM: processo nº 23085.004509/2018-71. Concessão de uso onerosa de área e equipamentos destinados à exploração dos serviços do restaurante universitário (RU) da UFTM. Uberaba-MG: UFTM. 2018.

Publicado
2022-03-29
Como Citar
Costa, S. A. A. da, Assis, F. B. de P., Fornazari, G., Vieira, P. M., & Naves, E. A. A. (2022). Hábitos alimentares e grau de satisfação de discentes usuários do restaurante universitário da universidade federal do triângulo mineiro. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 15(93), 336-346. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1705
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original