Avaliação do estado nutricional e do ganho de peso de gestantes atendidas em uma Unidade Básica de Saúde de Pelotas-RS

  • Letícia Rodrigues da Cunha Mestranda do Programa de Pós Graduação em Nutrição e Alimentos da Universidade Federal de Pelotas, RS.
  • Alessandra Doumid Borges Pretto Programa de Pós Graduação em Saúde e Comportamento da Universidade Católica de Pelotas, RS.
  • Suely Ribeiro Bampi Doutoranda pelo Programa de Pós Graduação em Biotecnologia, Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Nutrição e Alimentos da Universidade Federal de Pelotas, RS
  • Janaína Martins Gonçalves Cascaes Silva Mestre pelo Programa de Pós Graduação em Nutrição e Alimentos da Universidade Federal de Pelotas, RS.
  • Ângela Nunes Moreira Universidade Federal de Pelotas
Palavras-chave: Anemia, Gestação, Suplementação

Resumo

Introdução e Objetivo: Durante o período gestacional ocorre um aumento da demanda de energia e de nutrientes e é muito importante que a gestante apresente um bom estado nutricional para que ocorra um adequado crescimento fetal e evitar intercorrências gestacionais. Este estudo objetivou avaliar o estado nutricional e o ganho de peso de gestantes atendidas em uma Unidade Básica de Saúde de Pelotas, RS, bem como a prevalência de anemia gestacional entre essas gestantes e o uso de suplementação de vitaminas e minerais. Materiais e métodos: Participaram do estudo, gestantes atendidas no Serviço de Pré-Natal de uma UBS de Pelotas, RS durante o período de 2007 a 2009, com no mínimo seis consultas de pré-natal e com idade > 19 anos. Os dados foram analisados utilizando-se o programa Epi Info versão 6.0. As análises estatísticas foram realizadas no pacote estatístico STATA® 10.0. Resultados e discussão: No início do pré-natal, a maioria (64 %) das gestantes apresentou estado nutricional adequado e, destas, 62,5% mantiveram esse estado nutricional. Em relação ao ganho de peso no 2° trimestre, poucas gestantes apresentaram ganho ponderal adequado (20%). Já no 3° trimestre, esse percentual aumentou (36%). Quanto à anemia gestacional, 48% das gestantes a apresentaram em algum momento da gestação e 80% das gestantes fizeram uso de suplementos vitamínicos e/ou minerais durante a gestação. Conclusão: Os resultados obtidos reforçam a importância da monitoração do peso, assim como da suplementação vitamínica e mineral, para um melhor controle do estado materno e desenvolvimento fetal.

 

ABSTRACT 

Nutritional status and pregnancy weight gain attended at a basic health unit Pelotas-RS

Introduction and Objective: During the gestational period there is an increase in the demand for energy and nutrients and it is very important that the mother presents a good nutritional status to that of an appropriate fetal growth and avoid conceptional problems. This study aimed to evaluate the nutritional status and weight gain in pregnant women in a Basic Health Unit in Pelotas, RS, as well as the prevalence of gestational anemia among pregnant women and the use of supplementation of vitamins and minerals. Materials and methods: the study comprised pregnant women seen in the Service of Pre-Natal a UBS in Pelotas, RS during the period 2007 to 2009, with at least six prenatal consultations and with age > 19 years. The data were analyzed using the Epi Info version 6.0. The statistical analyzes were performed using the statistical package STATA® 10.0. Results and discussion: At the beginning of the pre-Christmas, the majority (64 %) of the pregnant women presented adequate nutritional status and, of these, 62.5% maintained that nutritional status. In relation to the weight gain in the 2nd quarter, few pregnant women presented satisfactory weight gain (20%). Already in the third quarter, this percentage increased (36%). As well as the gestational anemia, 48% of the pregnant women had at some time during their pregnancy, and 80% of pregnant women use of vitamin supplements and/or minerals during pregnancy. Conclusion: The results reinforce the importance of monitoring of weight, as well as vitamin supplements and mineral, for a better control of the state maternal and fetal development. 

Biografia do Autor

Ângela Nunes Moreira, Universidade Federal de Pelotas
Doutora em Biotecnologia pela Universidade Federal de Pelotas, Professora Associada da Faculdade de Nutrição e dos Programas de Pós Graduação em Nutrição e Alimentos e em Biotecnologia da Universidade Federal de Pelotas, RS.
Publicado
2016-05-16
Como Citar
da Cunha, L. R., Pretto, A. D. B., Bampi, S. R., Silva, J. M. G. C., & Moreira, Ângela N. (2016). Avaliação do estado nutricional e do ganho de peso de gestantes atendidas em uma Unidade Básica de Saúde de Pelotas-RS. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 10(57), 123-132. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/424
Seção
Artigos Cientí­ficos - Original