Prevalência e fatores associados ao excesso de peso em mulheres adultas colaboradoras de uma unidade de alimentação e nutrição

Quéren Priscila Pinheiro da Rosa, Márcia Keller Alves

Resumo


Introdução: A obesidade é uma doença crônica multifatorial e tem como fatores determinantes ambientais mais fortes a diminuição dos níveis de atividade física e o aumento da ingestão calórica. Mais da metade das mulheres no Brasil apresenta algum grau de excesso de peso, o que demonstra a magnitude deste agravo na população feminina. Objetivo: Verificar a prevalência e fatores associados ao excesso de peso em mulheres adultas. Materiais e Métodos: Tratou-se de um estudo transversal com colaboradoras de uma Unidade de Alimentação e Nutrição. Foram utilizados questionários validados de modo a coletar as variáveis antropométricas e alimentares, dados socioeconômicos e demográficas, dados profissionais, padrão comportamental, padrão reprodutivo, histórico de saúde, morbidades. Resultados: Participaram do estudo 106 mulheres, das quais 39,6% apresentaram obesidade e 33% apresentaram sobrepeso. Em relação à circunferência da cintura, 54,7% das mulheres foram classificadas com alto risco para doenças cardiovasculares. A média do escore alimentar foi de 46,97 pontos, mostrando escolhas alimentares erradas. Os resultados antropométricos estão associados ao escore alimentar e podem representar fatores de risco para doenças hipertensão arterial, diabetes e síndrome metabólica, doenças encontradas nas colaboradoras. Conclusão: Foi encontrada prevalência elevada de excesso de peso nas colaboradoras, acima da prevalência nacional. O excesso de peso nesta população parece estar relacionado principalmente às escolhas alimentares e à falta de atividade física.

 

ABSTRACT 

Prevalence and factors associated with excess of weight in adult women contributors of a feeding and nutrition unit

Introduction: Obesity is a chronic multifactorial disease and has as major environmental determinants the reduction of physical activity levels and the increase of caloric intake. More than half of the women in Brazil present some degree of overweight, which demonstrates the magnitude of this aggravation in the female population. Objective: To verify the prevalence and factors associated with overweight in adult women. Materials and Methods: It was a cross-sectional study with employees of a foodservice unit. Validated questionnaires were used to collect anthropometric and dietary variables, socioeconomic and demographic data, professional data, behavioral pattern, reproductive pattern, health history, and morbidities. Results: 106 women participated in the study, of which 39.6% were obese and 33% were overweight. The waist circumference measurement showed that 54.7% of the women were classified as at high risk for cardiovascular disease. The average value of food score was 46.97 points. The anthropometric results were associated to the food score and may represent risk factors for hypertension, diabetes and metabolic syndrome, diseases found in the collaborators. Conclusion: A high prevalence of overweight was found among women workers, over national prevalence. Overweight in this population seems to be mainly related to food choices and lack of physical activity.

Palavras-chave


Estado nutricional; Comportamento alimentar; Serviço de alimentação

Texto completo:

PDF

Referências


-Azevedo, E.C.C.; Dias, F.M.R.S.; Diniz, A.S.; Cabral, P.C. Consumo alimentar de risco e proteção para as doenças crônicas não transmissíveis e sua associação com a gordura corporal: um estudo com funcionários da área de saúde de uma universidade pública de Recife-PE, Brasil. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 19. Núm. 5. p.1613-1622. 2014.

-Brandão, A.P.; e colaboradores. I Diretriz Brasileira de Diagnóstico e Tratamento da Síndrome Metabólica. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 84. Suplemento I. 2005.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. 2ª edição. Brasília. Ministério da Saúde. 2014.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Protocolos do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional-SISVAN na assistência à saúde. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Brasília. Ministério da Saúde. 2008.

-Branquinho, A. S. Perfil nutricional da clientela atendida os restaurantes comunitários do Distrito Federal. Universidade Brasília. Faculdade de Ciências da Saúde. Programa de pós-graduação em Nutrição Humana. Brasília-DF 2010.

-Costa, V.V.L.; Araújo, M.S.; Caldas, A.E.C.; Neres, L.S. Perfil nutricional de mulheres do setor comercial na cidade de Belém-Pará. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 8. Núm. 44. p.41-47. 2014. Disponível em:

-Ferreira, R.A.B.; Benicio, M.H.D.A. Obesidade em mulheres brasileiras: associação com paridade e nível socioeconômico. Rev Panam Salud Publica. Vol. 37. p.4/5. p.337-342. 2015.

-Fett, C. A.; Feet, W. C. R., Marchini, J. S., Ribeiro, R. P. P. Estilo de vida e fatores de risco associados ao aumento da gordura corporal de mulheres. Ciênc. Saúde Coletiva. Vol. 15. Num. 1. p.131-140. 2010.

-Figueiredo Neto, J.A.; Figuerêdo, E.D.; Barbosa, J.B.; Barbosa, F.F.; Costa, G.R.C. Nina, V.J.S. Síndrome metabólica e menopausa: estudo transversal em ambulatório de ginecologia. Arq Bras Cardiol. Vol. 95. Núm. 3. p.339-345. 2010.

-Fonseca, M. J. M.; Chor, D.; Valente, J. G. Eating habits among employees of a state-owned bank: food consumption profile. Cadernos de Saúde Pública. Vol. 15. Num. 1. p.29-40. 1999.

-Gigante, D.P.; Costa, J.S.D.; Olinto, M.T.A.; Menezes, A.M.B.; Macedo, S. Obesidade da população adulta de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil e associação com nível sócio-econômico. Cad. Saúde Pública. Vol. 22. Núm. 9. p.1873-1879. 2006.

-Godoy-Matos, A. F.; e colaboradores. Diretrizes brasileiras de obesidade 2009/2010. Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica-ABESO. 2009.

-Goncalves, M. C. R.; e colaboradores. Perfil nutricional, consumo alimentar e indicadores bioquímicos dos funcionários de uma unidade de alimentação e nutrição. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. Vol. 15. Num. 4. p.377-384. 2011.

-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. IBGE. Pesquisa de orçamentos familiares 2008-2009. Rio de Janeiro. 2010.

-Lins, A. P. M.; Sichieri, R.; Coutinho, W. F.; Ramos, E. G.; Peixoto, M. V. M.; Fonseca, V. M. Alimentação saudável, escolaridade e excesso de peso entre mulheres de baixa renda. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 18. Num. 2. 2013.

-Mariath, A. B.; Grillo, L. P.; Silva, R. O. D.; Schmitz, P.; Campos, I. C. D.; Medina, J. R. P.; Kruger, R. M. Obesidade e fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis entre usuários de unidade de alimentação e nutrição. Cad Saúde Pública. Vol. 23. Num. 4. p.897-905. 2007.

-Masson, C. R.; Dias-da-Costa, J. S.; Olinto, M. T.; Meneghel, S.; Costa, C. C.; Bairros, F.; Hallal, P. C. Prevalência de sedentarismo nas mulheres adultas da cidade de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos de saúde publica/Ministério da Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Publica. Vol. 21. Num. 6. p.1685-1695. 2005.

-Oliveira, L. P. M. D.; Assis, A. M. D. O.; Silva, M. D. C. M. D.; Santana, M. L. P. D.; Santos, N. S. D.; Pinheiro, S. M. C.; Souza, C. D. O. Fatores associados a excesso de peso e concentração de gordura abdominal em adultos na cidade de Salvador, Bahia, Brasil. 2009.

-Orsi, J. V. D. A.; Nahas, F. X.; Gomes, H. C.; Andrade, C. H. V. D.; Veiga, D. F.; Novo, N. F.; Ferreira, L. M. Impact of obesity on the functional capacity of women. Revista da Associação Médica Brasileira. Vol. 54. Num. 2. p.106-109. 2008.

-Pereira, W.M.P.; Schmitt, A.C.B.; Buchalla, C.M.; Reis, A.O.A.; Adrighi, J.M. Ansiedade no climatério: prevalência e fatores associados. Ver Bras Crescimento Desenvolvimento Hum. Vol. 19. Núm. 1. p.89-97. 2009.

-Pitanga, F.J.G.; Lessa, I. Associação entre indicadores antropométricos de obesidade e risco coronariano em adultos. Rev Bras Epidemiol. Vol. 10. Núm. 2. p.239-248. 2007.

-Ronsoni, R.M.; Coutinho, M.S.S.A.; Pereira, M.R.; Silva, R.H.; Becker, I.C.; Sehnen Junior, L. Prevalência de obesidade e seus fatores associados na população de Tubarão-SC. ACM Arq Catarin Med. Vol. 34. p.51-57. 2005.

-Rosa, M.I.; Silva, F.M.L.; Giroldi, S.B.; Antunes, G.N.; Wendland, E.M. Prevalência e fatores associados à obesidade em mulheres usuárias de serviços de pronto-atendimento do Sistema Único de Saúde no sul do Brasil. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 16. Núm. 5. p.2559-2566. 2011.

-Schmidt, R. C. D.; Dantas, R. A. S.; Marziale, M. H. P.; Laus, A. M. Estresse ocupacional entre profissionais de enfermagem do bloco cirúrgico. Texto & Contexto Enfermagem. Vol. 18. Num. 2. 2009.

-Simon, M. I. S. D. S.; Garcia, C. A.; Lino, N. D.; Forte, G. C.; Fontoura, I. D. D.; Oliveira, A. B. A. D. Avaliação nutricional dos profissionais do serviço de nutrição e dietética de um hospital terciário de Porto Alegre. Cadernos saúde coletiva. Vol. 22. Num. 1. p.69-74. 2014.

-Vasques, A.C.J.; Pereira, P.F.; Gomide, R.M.; Batista, M.C.R.; Campos, M.T.F.S.; Sant'Ana, L.F.R.; Rosado, L.E.F.P.L.; Priore, S.E. Influência do excesso de peso corporal e da adiposidade central na glicemia e no perfil lipídico de pacientes portadores de diabetes mellitus tipo 2. Arq. bras. endocrinol. Metab. Vol. 51. Núm. 9. p.1516-1521. 2007.

-Wielewski, D. C.; Cemin, R. N. A.; Liberali, R. Perfil antropométrico e nutricional de colaboradores de unidade de alimentação e nutrição do interior de Santa Catarina. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 1. Num. 1. p.39-52. 2007. Disponível em:

-World Health Organization. WHO Expert Committee on Physical Status: the use and interpretation of antropometry physical status: the use and interpretation of anthropometry. Geneva: World Health Organization. 1995.

-Zanuto, E. A. C.; Lima, M. C. S. D.; Araújo, R. G. D.; Silva, E. P. D.; Anzolin, C. C.; Araujo, M. Y. C.; Fernandes, R. A. Sleep disturbances in adults in a city of Sao Paulo state. Revista Brasileira de Epidemiologia. Vol. 18. Num. 1. p.42-53. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui