Percepção em hipertensos de crenças em saúde em uma cidade do sudoeste Baiano

Samara Chaves Coelho

Resumo


Hipertensão arterial é um grave problema de saúde pública. A percepção do paciente sobre a doença é observada por meio de um processo sensorial e cognitivo, pois eles possuem crenças em saúde que assumem comportamentos que é guiado pelas consequências na adoção de novos comportamentos. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo identificar a percepção que os hipertensos têm de crenças em saúde em uma cidade do sudoeste baiano. Realizado em Unidade Básica de Saúde no município de Poções-Ba, investigou 260 indivíduos adultos e idosos. Para entrevista utilizou-se questionário sociodemográfico e o Modelo de Crenças em Saúde. A análise estatística dos dados foi utilizada o programa estatístico IBM® SPSS for Windows versão 20.0. Ao avaliar as características sociodemográficas foi observado que prevaleceu o gênero feminino, cor da pele parda, zona urbana, alfabetizado, casado, renda familiar de um a dois salários mínimos. Tendo em vista as crenças em saúde, observou-se que há concordância e entendimento por parte dos investigados sobre os benefícios da dieta, porém a baixa adesão ao tratamento foi notável. O presente estudo aponta para a necessidade de implementação de políticas públicas, que visem na inserção da equipe multiprofissional com estratégias de educação em saúde permanente, voltadas para a resolução do problema em questão para auxiliar na adesão ao tratamento.

 

ABSTRACT 

Perception in beliefs of hypertensive health in a city of southwest baiano

Hypertension is a serious public health problem. The patient's perception of the disease is observed through a sensory and cognitive process because they have health beliefs that assume behaviors that are guided by the consequences of adopting new behaviors. Therefore, this study aimed to identify the perception that hypertensive patients have health beliefs in a town southwest of Bahia. Held in the Basic Health Unit in Potions-Ba district, investigated 260 adults and elderly. To interview was used questionnaire sociodemographic and the Health Belief Model. Statistical analysis of the data was used the IBM SPSS for Windows version 20.0. In assessing the sociodemographic characteristics it was observed that prevailed female, with brown skin color, urban, literate, married, family income from one to two minimum wages. In view of the health belief, it was observed that there is agreement and understanding by the investigation about the benefits of the diet, but the low adherence to treatment was remarkable. This study points to the need to implement public policies aimed at integration of the multidisciplinary team with education strategies in permanent health, aimed at solving the problem in question to assist in compliance.


Palavras-chave


Hipertensão; Crenças em saúde; Fatores sociodemográficos

Texto completo:

PDF

Referências


-Cavalari, E.; Nogueira, M.S.; Fava, S.M.C.L.; Cesarino, C.B.; Martin, J.F.V. Adesão ao tratamento: estudo entre portadores de Hipertensão Arterial em seguimento ambulatorial. Revista Enfermagem. Vol. 20. Num. 1. 2012. p. 67-72.

-Dela Coleta, M.F. O modelo de crenças em saúde: uma aplicação a comportamentos de prevenção e controle da doença. Dissertação de mestrado. Universidade de Brasília-DF. Brasília. 1995.

-Dela Coleta, M.F. Crenças sobre comportamentos de saúde e adesão à prevenção e ao controle de doenças cardiovasculares. Revista Psicologia da Saúde. Vol. 18 Num. 1-2. 2010. p. 69-78.

-Faria, D.P.; Lautner, M.A.F.A.; Lautner, R.Q. Perfil epidemiológico e nível de conhecimento de pacientes hipertensos sobre Hipertensão Arterial: Bambuí, MG. Revista Enfermagem. Vol. 15. Num.2. 2012. p. 179-189.

-Feio, A.G.; Oliveira, C.C. O modelo das crenças de saúde (Health belief model) e a teoria da autopoiesis. Revista Reflexão e Ação. Vol. 18. Num. 1. 2010. p. 215-243.

-Girotto, E.; Andrade, S.M.; Cabrera, M.A.S.; Matsuo, T. Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico e fatores associados na atenção primária da Hipertensão Arterial. Revista Ciência e Saúde Coletiva. 18. Num. 6. 2013. p. 1763-1772.

-Machado, M.C.; Pires, C.G.S.; Lobão, W.M. Concepções dos hipertensos sobre os fatores de risco para a doença. Revista Ciência e Saúde Coletiva. Vol. 17. Num. 5. 2012. p. 1365-1374.

-Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Comissão Nacional de Ética em Pesquisa. Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Diretrizes e normas regulamentadoras para pesquisas envolvendo seres humanos. Brasília. 2012.

-Ministério da Saúde. Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: hipertensão arterial sistêmica. Brasília. Ministério da Saúde, 2013. (Cadernos de Atenção Básica, n. 37). Departamento de Atenção Básica. Brasília. 2014.

-Moreira, A.K.F.; Santos, Z.M.S.A.; Caetano, J.A. Aplicação do modelo de crenças em saúde na adesão do trabalhador hipertenso ao tratamento. Revista Saúde Coletiva. Vol. 19. Num. 4. 2009. p. 989-1006.

-Nolêto, S.M.G.; Silva, S.M.R.; Barbosa, C.O. Conhecimento dos hipertensos sobre a doença. Revista Brasileira de Ciências do Envelhecimento Humano. Vol. 8. Num. 3. 2011. p. 324-332.

-Pierin, A.M.G. Hipertensão Arterial: uma proposta para o cuidar. São Paulo: Manole. 2004.

-Pires, C.G.S.; Mussi, F.C. Crenças em saúde sobre a dieta: uma perspectiva de pessoas negras hipertensas. Revista Escola Enfermagem da USP. São Paulo. Vol. 46. Num. 3. 2012. p. 580-589.

-Rabelo, D.F.; Lima, C.F.M.; Freitas, P.M.; Santos, J.C. Qualidade de vida, condições e autopercepção da saúde entre idosos hipertensos e não hipertensos. Revista Kairós Gerontologia. Vol. 13. Num. 2. 2010. p. 115-130.

-Silva, R.C.C.; Lima, E.J.B.; Evangelista, R.A. Adesão ao tratamento de Hipertensão Arterial no PSF Alvorada - Equipe 13. Revista do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa e Extensão do UNIPAM. Vol. 6 Num. 6. 2009. p. 118-125.

-Sociedade Brasileira de Cardiologia. VI Diretrizes Brasileiras de Hipertensão. Arquivos Brasileiros de Cardiologia. Vol. 95 (supl I). 2010. p. 1-51.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui