Análise dos fatores de ambiência de uma unidade de alimentação e nutrição da cidade de Bayeux-PB

Debhora Dayse Cavalcante Costa, Danielly Vasconcelos Travassos de Lima

Resumo


Ambiência é um espaço planejado que constitui um meio físico para o exercício de atividades humanas. As unidades de alimentação e nutrição (UANs) são unidades de uma empresa que desempenham atividades relacionadas à alimentação. Em busca de melhorar o ambiente do trabalhador e os serviços realizados, alguns fatores na ambiência do trabalho devem ser considerados. Os fatores de ambiência de uma UAN, podem interferir diretamente na produção ou proporcionar boas condições de trabalho. O presente estudo teve como objetivo comparar os fatores de ambiência de uma unidade de alimentação e nutrição com a legislação intitulada RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004 e RDC nº 275, de 21 de outubro de 2002. Essa pesquisa tratou-se de uma pesquisa do tipo descritivo transversal, com abordagem quantitativa e para a análise, utilizou-se uma lista de verificação, adaptada da RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004 e RDC nº 275, de 21 de outubro de 2002, preconizada pela ANVISA, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, como um instrumento para avaliar os fatores de ambiência da unidade de alimentação e nutrição. De acordo com a aplicação da lista de verificação, identificou-se um percentual de 75% para os itens em conformidade e 25% para os itens não conformes. A ventilação e climatização foram os itens que tiveram destaque em não conformidade. Conclui-se que apesar de apresentar algumas deficiências a unidade de alimentação e nutrição analisada não apresenta dificuldades em se adequar às condições de ambiência exigidas pelas legislações.

 

ABSTRACT 

Analysis of environmental factors of a Bayeux-PB city nutrition and feeding unit

Ambience is a planned space that constitutes a physical medium for the exercise of human activities. Food and nutrition units (UANs) are units of a company that perform activities related to food. In order to improve the worker's environment and the services performed, some factors in the work environment should be considered. Ambient factors of a UAN can directly interfere with production or provide good working conditions. The present study had as objective to compare the factors of ambience of a food and nutrition unit with the legislation entitled RDC nº 216, of September 15, 2004 and RDC nº 275, of October 21, 2002. This research was about a cross-sectional descriptive research, with a quantitative approach and for the analysis, a checklist was used, adapted from RDC nº 216, of September 15, 2004 and RDC nº 275, of October 21, 2002, recommended by ANVISA, National Agency of Sanitary Surveillance, as an instrument to evaluate the environment factors of the food and nutrition unit. According to the application of the checklist, a percentage of 75% for the conforming items and 25% for the non-conforming items was identified. Ventilation and air conditioning were the items that were highlighted in non-compliance. It is concluded that despite presenting some deficiencies, the food and nutrition unit analyzed does not present difficulties in adapting to the environmental conditions required by the legislation.


Palavras-chave


Serviços de alimentação; Indústrias; Ambiente de trabalho; Condições de trabalho

Texto completo:

PDF

Referências


-Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária - RDC-216, de 15 de setembro de 2004. Dispõe sobre Regulamento Técnico de Boas Práticas para Serviços de Alimentação. Diário Oficial da União; Poder Executivo, de 16 de setembro de 2004. Disponível em: Acesso em: 05/03/2017.

-Brasil. Ministério da Saúde. Agência Nacional de Vigilância Sanitária-RDC- 275, de 21 de outubro de 2002. Dispõe sobre o Regulamento Técnico de Procedimentos Operacionais Padronizados aplicados aos Estabelecimentos Produtores /Industrializadores de Alimentos. Diário Oficial da União; Poder executivo, de 23 de outubro de 2002. Disponível em: . Acesso em: 24/03/2017.

-Fonseca, M. P.; Manfridini, L A.; São José, J.F.B.; Tomazini, A.P.B.; Martini, H.S.D.; Ribeiro, R. C.L.; Sant’ana, H.M.P. Avaliação das condições físico-funcionais de restaurantes comerciais para implantação das boas práticas. Rev. Alim. Nutr. Araraquara. Vol. 21. 2010. p. 251-257.

-Guimarães, I.A. Análise da estrutura física e funcional de um restaurante em Brasília. Especialização. Universidade Brasília. Brasília-DF. 2006.

-Messias, G.M.; Reis, M.E.R; Soares, L.P.; Fernandes, N.M.; Duarte, E. S. Avaliação das condições higiênico-sanitárias de restaurantes do tipo self servisse e do conhecimento dos manipuladores de alimentos quanto à segurança do alimento na cidade do Rio de Janeiro-RJ. Rev. Eletrônica Novo Enfoque. Vol. 17. 2013. p. 73-88.

-Nascimento, J.C.; Quintão, D.F. Avaliação das condições de ambiência em três cozinhas comunitárias do município de Leopoldina-MG. Rev. Científica da Faminas. Vol. 8. 2012.

-Oliveira, A.M. Boas práticas de fabricação em uma unidade de alimentação do distrito federal. Monografia. Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2004.

-Pimentel, R.C. Análise da estrutura física de uma unidade de alimentação e nutrição hospitalar do distrito federal. Especialização. Universidade de Brasília. Brasília-DF. 2006.

-Pohren, N.F.; Martinazzo, G.A.; Anjos, M.B.; Cozer, M. Avaliação da estrutura física de uma unidade de alimentação e nutrição. Rev. Univap, São José dos Campos-SP. Vol. 20. 2014.

-Teixeira, S.M.F.G; Oliveira, Z.M.C.; Rego, J.C.; Biscontini, T.M.B. Administração Aplicada Unidades de Alimentação e Nutrição. São Paulo. Atheneu. 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui