Ocorrência de sobrepeso e obesidade em acadêmicos de medicina das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros-MG

Bianca Galvão Rodrigues, Maiami Gomes de Souza, Paulo Augusto Fernandes Alves de Sá, Tiago Viriato Santos, Roseane Caldeira

Resumo


O sobrepeso e a obesidade têm prevalência elevada no cenário mundial. Nesse contexto, os desafios da formação acadêmica acarretam hábitos que levam ao excesso de peso/obesidade nesta população. Objetivo: Consiste em avaliar a prevalência de sobrepeso e obesidade em acadêmicos do curso de Medicina das Faculdades Integradas Pitágoras de Montes Claros-MG. Metodologia: Foi realizado estudo transversal, com abordagem quantitativa. Os acadêmicos preencheram questionário contendo informações sobre avaliação nutricional, sexo, idade, peso, estatura e medidas antropométricas. Resultados: Dos 60 acadêmicos do 1º, 5º e 8º períodos, 31 eram do sexo masculino. O peso corporal da população teve média de 67,26 kg, ± 13 e circunferência abdominal com média de 80,01cm ± 9,67. Discussão: A pesquisa realizada, em Fortaleza-CE, também com acadêmicos de medicina encontrou Índice de Massa Corpórea (IMC) com média 24,5 para os homens e 21,2 para as mulheres, assemelhando com os resultados da média encontrada no nosso estudo, que foi 22,86 (média entre sexo masculino e feminino), demonstrando então que os alunos deste curso não tendem a apresentar sobrepeso, que é o IMC maior ou igual a 25. Conclusão: Apesar dos estudantes apresentarem dieta rica em alimentos calóricos como salgados assados, pizza, pães e sanduíche, consomem alimentos saudáveis como leites, ovos, frutas cítricas, banana, tomate e cenoura, além da tendência de optarem por sucos naturais ao invés de refrigerantes e não consumirem gordura visível nas carnes. Isso se reflete na média do Índice de Massa Corporal desses acadêmicos, demonstrando predomínio do Peso Normal.

 

ABSTRACT 

Prevalence of overweight and obesity in medical students of the Faculdades Integradas Pitágoras Montes Claros-MG

Overweight and obesity have a high prevalence on the world stage. In this context, the challenges of academic formation lead to habits that lead to overweight / obesity in this population. Objective: This study aims to evaluate the prevalence of overweight and obesity among medical students of the Integrated Pythagorean College of Montes Claros-MG. Methodology: A cross-sectional study was conducted with a quantitative approach. The students completed a questionnaire containing information on nutritional assessment, sex, age, weight, height and anthropometric measurements. Results: Of the 60 students in the 1st, 5th and 8th periods, 31 were male. The body weight of the population had a mean of 67.26 kg, ± 13 and abdominal circumference with a mean of 80.01 cm ± 9.67. Discussion: The research conducted in Fortaleza - CE, also with medical academics found Body Mass Index (BMI) with a mean of 24.5 for men and 21.2 for women, similar to the results of the average found in our study, which was 22.86 (mean between male and female), demonstrating that students in this course do not tend to be overweight, which is BMI greater than or equal to 25. Conclusion: While students are on a high-calorie diet such as baked salads, pizza, bread and sandwich, they consume healthy foods such as milks, eggs, citrus fruits, bananas, tomatoes and carrots, as well as the tendency to opt for natural juices instead of soft drinks and do not consume visible fat in the meats. This is reflected in the average Body Mass Index of these academics, demonstrating the predominance of Normal Weight.


Palavras-chave


Prevalência; Sobrepeso; Obesidade; Acadêmico

Texto completo:

PDF

Referências


-Castro Junior, E. F.; e colaboradores. Avaliação do nível de atividade física e fatores associados em estudantes de medicina de Fortaleza-CE. Rev. Bras. Ciênc. Esporte. Vol. 34. Num. 4. p. 955-967. 2012.

-Da Silva Mello, L.; e colaboradores. Prevalência de sobrepeso e obesidade na comunidade universitária do ISECENSA. Perspectivas Online 2007-2010. Vol. 1. Num. 4. 2014.

-Heinisch, R. H.; Zukowski, C. N.; Heinisch, L. M. M. Fatores de risco cardiovascular em acadêmicos de medicina. Arquivos Catarinenses de Medicina Vol. 36. Num. 1. 2007

-Kandula, S. G. N. S. V.; e colaboradores. A study on the prevalence of obesity and metabolic syndrome among students of a medical college. International Journal of Research in Medical Sciences. 2017.

-Lessa, S. S.; Montenegro, Arthur, C. Avaliação da prevalência de sobrepeso, do perfil nutricional e do nível de atividade física nos estudantes de medicina da Universidade de Ciências da Saúde de Alagoas-UNCISAL. Rev. Soc. Bras. Clín. Méd. Vol. 6. Num. 3. p.90-93. 2008.

-Miranda, M. L.; Falcão, V. T. F. L.; Silva, Roseane Maria Cavalcanti. Prevalência de obesidade e sobrepeso entre os universitários do campus de saúde da Universidade de Pernambuco. 2007.

-Monteiro, M. R. P.; e colaboradores. Hábito e consumo alimentar de estudantes do sexo feminino dos cursos de Nutrição e de Enfermagem de uma universidade pública brasileira. Rev. APS. Vol. 12. Num. 3. p. 271-277. 2009

-Mota, M. C.; e colaboradores. Estilo de vida e formação médica: impacto sobre o perfil nutricional. Revista Brasileira de Educação Médica. 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui