Metodologias ativas de ensino e aprendizagem na educação alimentar e nutricional para crianças: uma visão nacional

Anderson Melgar de Oliveira, Fabíula Masiero, Otávio Cristiano Gomes da Silva, Sandra Gonçalves Barros

Resumo


Alterações nos padrões alimentares desde a infância são importantes para prevenir doenças e melhorar a qualidade de vida quando adulto ou idoso. Uma solução para alcançar este objetivo é a implantação de atividades de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) em escolas. A prática da EAN deve fazer uso de abordagens e recursos educacionais problematizadores e ativos que favoreçam o diálogo e as metodologias ativas são importantes meios para a formação crítica e reflexiva dos estudantes por meio de processos de ensino-aprendizagem construtivistas. Desta forma objetivou-se analisar as diferentes metodologias que foram empregadas em estudos nacionais para verificar a efetividade do ensino em nutrição tendo como base metodologias ativas de ensino e aprendizagem e verificar se os resultados obtidos em ensino em nutrição alcançam os escolares no Brasil. A metodologia utilizada foi a revisão sistemática onde foi realizada busca para trabalhos científicos publicados entre 2016 a 2017. A pesquisa resultou em 15 artigos pré-selecionados onde nove artigos foram incluídos por atender os critérios da análise. Conclui-se que as metodologias ativas aliadas a EAN são efetivas na adesão do educando, que profissionais da nutrição não demonstram conhecimento deste método de ensino e que o alcance da EAN é baixo nos estados Brasileiros.

 

ABSTRACT 

Active teaching and learning methodologies in food and nutrition education for children: a national view

Changes in the food pattern from the childhood are important to prevent diseases and to improve the quality of life when adult or elderly. A solution to reach this objective is the introduction of activities of Food and Nutritional Education (FNE) in schools. The practice of the FNE should do use of approaches and education resources problematizers and assets that favor the dialog and the active methodologies are important ways for the critical and reflexive formation of the students through teaching-learning constructive processes. In this way the objective was to analyze the different methodologies that were used in national studies to check the effectiveness of the teaching in nutrition based on active teaching-learning methodologies and verify if the results obtained in teaching in nutrition reaches the schoolchildren in brazil. The used methodology went to systematic revision where search was carried out for scientific works published between 2016 to 2017. The research resulted in 15 preselected articles where nine articles were included because of attending the criteria of the analysis. It is concluded that the active methodologies allied to FNE are effective in the adherence of the student, which professionals of the nutrition do not demonstrate knowledge of this method of teaching and that the reach of the FNE is low in the Brazilian states.


Palavras-chave


Educação alimentar e nutricional; Nutrição; Educação; Aprendizagem; Criança

Texto completo:

PDF

Referências


-Almeida, D J.; Lisboa, R C.; Fagundes, A A.; Silva, D G. Educação alimentar e nutricional com pré-escolares: efeito no reconhecimento, preferências, atitude e consumo de alimentos regionais. In: Congresso Internacional de Atividade Física, Nutrição e Saúde. 2016.

-Araújo, A. L.; Ferreira, V. A.; Neumann, D. B.; Miranda, L. S.; Pires, I. S. C. O impacto da educação alimentar e nutricional na prevenção do excesso de peso em escolares: uma revisão bibliográfica. RBONE-Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. São Paulo. Vol. 11. Num. 62. p. 94-105. 2017. Disponivel em:

-Botelho, A. M.; Veiga, C. M.; Pereira, L. J.; Bizarro, G. M.; Assis, M. A. A.; Di Pietro, P. F.; Vieira, F. G. K. Diagnóstico nutricional e elaboração de material didático para educação nutricional de escolares. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão. Vol. 13. Num. 24. p. 49-63. 2016.

-Brasil. Tribunal de Contas da União. Cartilha para conselheiros do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) / Tribunal de Contas da União, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, Conselho de Alimentação Escolar. 1ª edição. Brasília. 119 p. 2017.

-Cabral, N. A. L.; Oliveira, A. T. V.; Sampaio, G. C.; Brito, A. C. D.; de Abreu, D. D. S.; Castro, E. E. C. Avaliação de ações de educação nutricional em escolas públicas de São Luís, Maranhão. Revista de Pesquisa em Saúde. Vol. 16. Num. 3. 2016.

-Cordeiro, A. M; Oliveira G. M.; Rentería, J. M.; Guimarães C. A. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Rev. Col. Bras. Cir. Rio de Janeiro. Vol. 34. Num. 6. p. 428-431. 2007.

-Da Silva, R. H. M.; Neves, F. S.; Netto, M. P. Saúde do pré-escolar: uma experiência de educação alimentar e nutricional como método de intervenção. Revista de APS. Vol. 19. Num. 2. 2017.

-Da Silva Oliveira, A. C.; De Souza, L. M. B.; Dos Santos, F. T. Projeto de educação nutricional com crianças de uma escola particular do estado de São Paulo. Revista FATEC Sebrae em debate: gestão, tecnologias e negócios. Vol. 3. Num. 5. p. 197. 2016.

-De Assis, M. M; Penna, L. F.; Neves, C. M; Mendes, A. P. C. C; Oliveira, R. M. S. O. Avaliação do conhecimento nutricional e comportamento alimentar após educação alimentar e nutricional em adolescentes de Juiz de Fora-MG. HU Revista. Vol. 40. Num. 3 e 4. 2015.

-De Oliveira, A. B.; Ribeiro, J. D.; Schalemberguer, J. T. S.; De Oliveira, T. H. F.; Nascimento, S., Flores, P. W.; Saccol, A. L. F. Educação nutricional para escolares por meio de comunicação em massa. Disciplinarum Sciential Saúde. Vol. 16. Num. 2. p. 257-264. 2016.

-Fagundes, A. A.; Lima, M. F.; Santos, L. C. Jogo eletrônico como abordagem não-intrusiva e lúdica na disseminação de conhecimento em educação alimentar e nutricional infantil. International Journal of Knowledge Engineering and Management (IJKEM). Vol. 5. Num. 13. p. 22-41. 2016.

-Moreira, J. R.; Ribeiro, J. B. P. Prática pedagógica baseada em metodologia ativa: aprendizagem sob a perspectiva do letramento informacional para o ensino na educação profissional. Outras Palavras. Vol. 12. Num. 2. 2016.

-Oliveira, V B.; Santos, L A; Ribeiro, L F; Silva, K L C; Souza, K P. Relato de experiência de ação de educação alimentar e nutricional utilizando a pirâmide alimentar brasileira na sala de espera da clínica escola de nutrição da Universidade Federal de Sergipe - campus Lagarto (resumo). In: Congresso Internacional de Atividade Física. Nutrição e Saúde. 2015.

-Prado, B. G.; Fortes, E. N. S.; de Lima Lopes, M. A.; Guimarães, L. V. Ações de educação alimentar e nutricional para escolares: um relato de experiência. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde. Vol. 11. Num. 2. p. 369-382. 2016.

-Ribeiro, C. D.; Souza, B. B.; de Oliveira Saes, M.; Susin, L. R. O.; Muccillo-Baisch, A. L.; Soares, M. C. F. Educação nutricional: espaço de aprendizagem e produção de conhecimento. VITTALLE-Revista de Ciências da Saúde. Vol. 25. Num. 1. p. 21-28. 2016.

-Ramos, F. P.; Santos, L. A. S.; Reis, A. B. C. Educação alimentar e nutricional em escolares: uma revisão de literatura. Cad. Saúde Pública. Rio de Janeiro. Vol. 29. Num. 11. p. 2147-2161. 2013

-Sampaio, R.F. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Rev. bras. fisioter. São Carlos. Vol. 11. Num. 1. p. 83-89. 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui