Dieta hiperlipídica e excesso de gordura corporal em colaboradores de um hospital universitário em Curitiba-PR

Daniele Mayer, Vera Lucia Ponchek, Taciana Gutierrez da Silva, Thais Regina Mezzomo, Telma Souza e Silva Gebara

Resumo


Introdução: Estudos internacionais recentes demonstram aumento da prevalência de obesidade em trabalhadores da área de saúde, entretanto, dados de trabalhadores na área de saúde brasileiros ainda são limitados. Objetivo: avaliar o perfil nutricional de colaboradores de um hospital universitário. Métodos: Estudo observacional com funcionários de um hospital universitário. A avaliação do estado nutricional contemplou a avaliação antropométrica da circunferência abdominal (CA) e do índice de massa corporal (IMC). A composição corporal foi obtida por pregas cutâneas. O consumo alimentar de energia e macronutrientes foi estimado por meio de registro alimentar de três dias. Resultados: Participaram do estudo 172 funcionários, sendo 93% (n=160) mulheres e 7% (n=12) homens. Da totalidade, 52,9% (n=91) eram profissionais de saúde, 33,15% (n=57) administrativos e 13,95% (n=24) pertencentes dos setores de apoio. A CA média foi de 90,88±14,82 cm nas mulheres e de 102,0±13,15 cm nos homens. O sobrepeso e a obesidade, segundo o IMC, estiveram presentes em 76,88% (n=123) das mulheres e em 83,33% (n=10) dos homens. O percentual de gordura corporal médio foi de 37,43±5,04% nas mulheres e de 29,75±4,56% nos homens. O consumo alimentar qualitativo esteve adequado em ambos os sexos, exceto o consumo de gordura saturada nas mulheres. O consumo superior a 30% de gorduras totais na alimentação se associou significativamente (p=0,03) com a presença de sobrepeso nessa população. Conclusão: Esse estudo evidenciou alta frequência de excesso de peso corporal e inadequação alimentar em funcionários de um hospital universitário e destacou a associação entre o sobrepeso e o consumo lipídico elevado nessa população.

 

ABSTRACT 

Hyperlipidic diet and excess of body fat in contributors of a universitary hospital in Curitiba-PR

Introduction: Recent international studies have shown an increase in the prevalence of obesity in health workers, however, data from Brazilian health workers are still limited. Objective: to evaluate the nutritional profile of employees of a university hospital. Methods: Observational study with employees of a university hospital. The evaluation of nutritional status included the anthropometric evaluation of abdominal circumference (AC) and body mass index (BMI). Body composition was obtained by skin folds. Food intake and macronutrients were estimated by means of a three-day food registry. Results: 172 employees participated in the study, 93% (n = 160) women and 7% (n = 12) men. Of the total, 52.9% (n = 91) were health professionals, 33.15% (n = 57) administrative and 13.95% (n = 24) belonging to the support sectors. Mean AC was 90.88 ± 14.82 cm in women and 102.0 ± 13.15 cm in men. Overweight and obesity, according to the BMI, were present in 76.88% (n = 123) of the women and 83.33% (n = 10) of the men. The mean body fat percentage was 37.43 ± 5.04% in women and 29.75 ± 4.56% in men. The qualitative food intake was adequate in both sexes, except the consumption of saturated fat in women. The consumption of more than 30% of total fat in the diet was significantly associated (p = 0.03) with the presence of overweight in this population. Conclusion: This study evidenced a high frequency of excess body weight and food inadequacy in university hospital employees and highlighted the association between overweight and high lipid consumption in this population.


Palavras-chave


Pessoal de saúde; Avaliação nutricional; Obesidade; Gorduras na dieta

Texto completo:

PDF

Referências


-Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica - Abeso. Diretrizes brasileiras de obesidade 2009/2010. 3ª edição. Itapevi. AC Farmacêutica. 2009.

-Brasil. Ministério da Saúde. Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística. Pesquisa de Orçamento Familiares 2008 - 2009. Antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil / Ministério da Saúde. IBGE. Rio de Janeiro. 2010.

-Brasil. Ministério da Saúde. Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde; norma técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN. Brasília. Ministério da Saúde. 2011.

-Brasil. Pesquisa Nacional de Saúde 2013: acesso e utilização dos serviços de saúde, acidentes e violências: Brasil, grandes regiões e Unidades da Federação. Rio de Janeiro: IBGE. 2015.

-Brasil. Sociedade Brasileira de Cardiologia. I Diretriz sobre o Consumo de Gorduras e Saúde Cardiovascular. Vol. 100. Num.1. 2013. p.1-49.

-Chin, D.L.; Nam, S.; Lee, S.J. Occupational factors associated with obesity and leisure-time physical activity among nurses: A cross sectional study. Int J Nurs Stud. Vol. 57. 2016. p.60-69.

-D’Alencar, E.R.; Lima, M.M.R.; Mendonça, P.M.L.; Custódio, I.L.; D’Alencar, B.P.; Lima, F.E.T. Ações de educação em saúde no controle do sobrepeso/obesidade no ambiente de trabalho. Rev Rene. Vol.11. Num. 1. 2010. p.172-180.

-Durnin, J.V.; Womersley, J. Body fat assessed from total body density and its estimation from skinfold thickness: measurements on 481 men and women aged from 16 to 72 years. Br J Nutr. Vol. 32. Num. 1. 197. p.77-97.

-Fernandes, J.C.; Portela, L.F.; Totenberg, L.; Griep, R.H. Jornada de trabalho e comportamentos de saúde entre enfermeiros de hospitais públicos. Rev. Latino-Am. Enfermagem. Vol. 21. Num. 5. 2013. p. 1-8.

-Fisberg, R.M.; Marchioni, D.L.; Colucci, A.A. Avaliação do consumo alimentar e da ingestão de nutrientes na prática clínica. Arq Bras Endocrinol Metab. Vol. 53. Num. 5. 2009. p. 617-24.

-Fischer, F.M.; Borges, F.N.; Rotenberg, L.; Latorre, M.R.; Soares, N.S.; Rosa, P.L.; e colaboradores. Work ability of health care shift workers: what matters? Chronobiol Int. Vol. 23. Num. 6. 2006. p. 1165-1179.

-Giese, K.K.; Cook, P.F. Reducing obesity among employees of a manufacturing plant: translating the Diabetes Prevention Program to the workplace. Workplace health Saf. Vol. 62. Num. 4. 2014. p. 136-141.

-Han, K.; Trinkoff, A.M.; Geiger-Brown, J. Factors associated with work-related fatigue and recovery in hospital nurses working 12-hour shifts. Workplace Health Saf. Vol. 62. Num. 10. 2014. p. 409-414.

-Lohman, T.G. Skinfold thicknesses and measurement technique. IN Lohman, T.G.; Roche, A.F.; Martorell, R. (Org.). Anthropometric standardization reference manual. Champaing (IL). Human Kinetics Books. 1991.

-Louzada, M.L.C.; Martins, A.P.B.; Canella, D.S.; Baraldi, L.G.; Levy, R.B.; Claro, R.M.; e colaboradores. Alimentos ultraprocessados e perfil nutricional da dieta no Brasil. Rev Saúde Pública. Vol. 49. Num. 38. 2015. p. 1-11.

-Luckhaupt, S.E.; Cohen, M.A.; Li, J.; Calvert, G.M. Prevalence of obesity among U.S. workers and associations with occupational factors. Am J Prev Med. Vol. 46. Num. 3. 2014. p. 237-248.

-Maia, C.O.; Goldmeier, S.; Moraes, M.A.; Boaz, M.B.; Azzolin, K. Fatores de risco modificáveis para doença arterial coronariana nos trabalhadores de enfermagem. Acta Paul Enferm. Vol. 20. Num. 2. 2007. p. 138-142.

-Oliveira, A.F.C.; Nogueira, M.S. Obesidade como fator de risco para a hipertensão entre profissionais de enfermagem de uma Instituição Filantrópica. Rev Esc Enferm USP. Vol. 44. Num. 2. 2010. p. 388-394.

-Park, S.; Sung, E.; Choi, Y.; Ryu, S.; Chang, Y.; Gittelsohon, J. Sociocultural factors influencing eating practices among office workers in urban South Korea. J Nutr Educ Behav. Vol. S1499-4046. Num. 17. 2017. p. 30071-30074.

-Rabacow, F.M.; Luiz, O.C.; Malik, A.M.; Burdorf, A. Lifestyle factors, direct and indirect costs for a Brazilian airline company. Rev Saúde Pública. Vol. 48. Num. 6. 2014. p. 949-957.

-Rocha, C.; Freire, J.A.P.; Sousa, H.B.; Moura, D.M.S. Perfil nutricional de funcionários de hospital público do município de Picos-Piauí. Rev Interd UNINOVAFAPI. Vol. 5. Num. 1. 2012. p. 37-41.

-Ross, A.; Bevans, M.; Brooks, A.T.; Gibbons, S.; Wallen, G. R. Nurses and health-promoting behaviors: knowledge may not translate into self-care. AORN J. Vol. 105. Num. 30. 2017. p. 267-275.

-Simon, M.I.S.S.; Garcia, C.A.; Lino, N.D.; Forte, G.C.; Fontoura, I.D.; Oliveira, A.B.A. Avaliação nutricional dos profissionais do serviço de nutrição e dietética de um hospital terciário de Porto Alegre. Cad. Saúde Colet. Vol. 22. Num. 1. 2014. p. 69-74.

-Sociedade Brasileira de Cardiologia. I Diretriz Brasileira de Síndrome Metabólica, Arq Bras Cardiol. Vol. 84. Supl I. 2005. p. 1-28.

-Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação. Campinas. UNICAMP. 4ª edição. 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui