Avaliação de resto de ingesta em uma unidade de alimentação e nutrição hospitalar na cidade de Pato Branco-PR

Lidiana Cerri Copatti, Vanessa Baiffus Bruger, Indiomara Baratto, Anelise Brufati

Resumo


Em um hospital uma UAN é uma área que visa realizar compras, receber, armazenar e processar os alimentos. Todos estes processos são realizados da forma mais segura possível, para evitar problemas como contaminações. No gerenciamento de UAN’s, o desperdício de alimentos é um fator importante por não se tratar apenas de um fator social, mas também econômico, refletindo diretamente no trabalho do nutricionista. O presente estudo teve como objetivo avaliar o índice de resto ingesta de pacientes e acompanhantes em uma Unidade de Alimentação e Nutrição a partir da análise das sobras presentes nas bandejas devolvidas para higienização. A pesquisa foi desenvolvida em uma Unidade de Alimentação e Nutrição hospitalar, localizada no município de Pato Branco-PR. A pesquisa foi realizada no turno do almoço. Para a avaliação do resto ingesta, realizou-se a pesagem dos alimentos oferecidos no almoço aos pacientes e acompanhantes dois dias da semana, durante duas semanas, totalizando quatro dias. Os resultados foram obtidos através de cálculos de regra de três e analisados por gráficos. Observou-se que ao calcular uma média entre os quatro dias avaliados obteve-se um resultado de 20,80% de resto ingesta na unidade. Considera-se adequado para população enferma um índice de até 20% de sobras. Ao comparar o recomendado com o resultado obtido percebe-se que o índice está acima, porém em um valor aceitável.

 

ABSTRACT 

Evaluation of rest ingestion in a hospital feeding and nutrition unit in the city of Pato Branco-PR 

In a hospital a UAN is an area that seeks to purchase, receive, store and process food. All these processes are performed as safely as possible to avoid problems such as contamination. In UAN's management, food waste is an important factor because it is not only a social factor, but also an economic factor, directly reflecting the work of the nutritionist. The present study had as objective to evaluate the index of rest intake of patients and companions in a Food and Nutrition Unit from the analysis of leftovers present in the trays returned for hygiene. The research was developed in a Hospital Nutrition and Nutrition Unit, located in the municipality of Pato Branco-PR. The research was conducted on the lunch shift. For the evaluation of the rest ingestion, the food offered at lunch was weighed for patients and companions two days of the week, during two weeks, totaling four days. The results were obtained through rule calculations of three and analyzed by graphs. It was observed that when calculating an average between the four evaluated days a result of 20.80% of rest ingestion in the unit was obtained. An index of up to 20% of leftovers is considered appropriate for the sick population. When comparing the recommended with the result obtained it is noticed that the index is above, but in an acceptable value.


Palavras-chave


Resto-ingesta; Sobra limpa; Sobra suja; Unidades de alimentação e Nutrição

Texto completo:

PDF

Referências


-Canonico, F. S.; Pagamunici, L. M.; Ruiz, S. P. Avaliação de sobras e resto-ingesta de um restaurante popular do município de Maringá-PR. Revista UNINGÁ, Paraná. Vol. 19. Num. 2. p. 5-8. 2014.

-Diez-Garcia, R. W.; Padilha, M.; Sanches, M. Alimentação hospitalar: proposições para a qualificação do Serviço de Alimentação e Nutrição, avaliadas pela comunidade científica. Ciências e Saúde Coletiva, São Paulo. Vol. 17. Num. 2. p. 473-480. 2012.

-Estevam, E.; Cabral, B. E. M. Análise do índice de resto ingestão de pacientes em um hospital oncológico de Muriaé (MG). Revista científica da faminas, Minas Gerais. Vol. 11. Num. 2. p. 10-15. 2015.

-Fonseca, P. C. Estado nutricional e adequação da ingestão alimentar em pacientes submetidos a laparotomia. 2006. 71 f. Dissertação (Pós-graduação em ciência de alimentos) - Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Minas Gerais.

-Müller, P. C. Avaliação do desperdício de alimentos na distribuição do almoço servido para funcionários de um hospital publico de Porto Alegre – RS. 2008. 33 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharel em Nutrição) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Rio Grande do Sul.

-Novinski, A. P. F.; Araújo, G. C.; Baratto, I. Resto ingesta em uma unidade de alimentação e nutrição hospitalar na cidade de Pato Branco-PR. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 11. Num. 66. p.451-458. 2017. Disponível em:

-Silva, A. M.; Silva, C. P.; Pessina, E. L. Avaliação Do Índice De Resto Ingesta Após Campanha De Conscientização Dos Clientes Contra O Desperdício De Alimentos Em Um Serviço De Alimentação Hospitalar. Revista Simbio-Logias, São Paulo. Vol. 3. Num. 4. p. 43-56. 2010.

-Viana, A. C. C.; Chaves, L. N. F; Lima, A. P. O. M. Qualidade em serviço de alimentação hospitalar em Fortaleza, Ceará: análise de satisfação. Revista de Nutrição e Vigilância em Saúde, Fortaleza. Vol. 2. Num. 1. p.28-32. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui