Educação alimentar e nutricional em indivíduos submetidos a cirurgia bariátrica

Sara Pedrosa da Mata, Daniela de Araujo Medeiros Dias

Resumo


Introdução: Atualmente a obesidade vem se tornando um obstáculo a saúde pública mundial. Tendo em vista a vasta relação entre a obesidade a as morbidades, como: diabetes, hipertensão e dislipidemias, a solução mais comumente encontrada para o tratamento desta situação, é a cirurgia bariátrica. Todavia, após a cirurgia, alguns indivíduos relatam problemas decorrentes da adaptação do processo de reeducação alimentar. Objetivo: aplicar intervenção de educação alimentar e nutricional em indivíduos submetidos a cirurgia bariátrica. Metodo: Foram realizados encontros presenciais com indivíduos submetidos à bariátrica, com o intuito de se aplicar o método do Arco de Maguerez, que através deste, pode se identificar qual era o maior problema que os participantes relataram acerca da adesão alimentar. Resultados: A partir das discussões realizadas durante os encontros em grupos, foram verificados que os maiores problemas que os participantes relataram foram à vontade de consumir alimentos contendo carboidratos simples e a dificuldades em escolher um produto através dos rótulos. A partir da definição do problema, os participantes receberam duas intervenções: a “Dinâmica do Supermercado e a “Dinâmica das Preparações”. Conclusão: A metodologia aplicada neste público apresentou ser eficaz, tendo em vista que, os participantes alegaram que a técnica utilizada foi satisfatória para solucionar os problemas relatados durante o projeto.

 

ABSTRACT 

Food and nutritional education in individuals submitted to bariatric surgery

Introduction: Obesity is becoming an obstacle to global public health. Given the wide relationship between obesity and morbidities, such as diabetes, hypertension and dyslipidemias, the most commonly found solution for treating this condition is bariatric surgery. However, after surgery, some individuals report problems resulting from the adaptation of the food re-education process. Objective: to apply food and nutritional education intervention in individuals undergoing bariatric surgery. Methods: Face-to-face meetings were held with individuals undergoing bariatric surgery, with the aim of applying the Arch de Maguerez method, which through this method can identify what was the biggest problem that participants reported about food adherence. Results: From the discussions during the group meetings, it was verified that the main problems that the participants reported were the desire to consume foods containing simple carbohydrates and difficulties in choosing a product through the labels. From the definition of the problem, the participants received two interventions: "Supermarket Dynamics and" Dynamics of Preparations ". Conclusion: The methodology applied in this public showed to be effective, considering that, the participants claimed that the technique used was satisfactory to solve the problems reported during the project.


Palavras-chave


Arco de Maguerez; Obesidade; Cirurgia bariátrica; Reeducação alimentar

Texto completo:

PDF

Referências


-Angrisani, L.; Santonicola, A; Iovino, P.; Formisano, G.; Buchwald, H.; Scopinaro, N. Bariatric surgery worldwide 2013. Obesity Surgery. Vol. 25. Num. 10. 2015. p. 1822-1832.

-Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (ABESO). Diretrizes Brasileiras de Obesidade 2016. São Paulo. Ed. 4. 2016.

-Bastos, E.C.L.; Barbosa, E.M.W.G.; Soriano, G.M.S.; Santos, E.A.; Vasconcelos, S.M.L. Fatores determinantes do reganho ponderal no pós-operatório de cirurgia bariátrica. Revista Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva. Vol.26. Suppl.1. 2013. p. 26-32.

-Bauer, E.; Giovanardi, H.J.; Alves, M.K.; Souza, J.S.M. A complexidade da obesidade antes e após a cirurgia bariátrica método sleeve. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Suplementar 2. São Paulo. Vol.11. Num. 68. 2017. p. 653-660.

-Claro, R.M.; Santos, M.A.S.; Oliveira, T.P.; Pereira, C.A.; Szwarcwald, C.L.; Malta, D.C. Consumo de alimentos não saudáveis relacionados a doenças crônicas não transmissíveis no Brasil: Pesquisa Nacional de Saúde, 2013. Epidemiologia Serviços de Saúde. Brasília. 2015. p. 257-265.

-Eisenberg, D.; Duff, A.J.; Bell, R.L. Does preoperative weight change predict postoperative weight loss after laparoscopic Roux-en-Y gastric bypass in the short term?. Journal of Obesity. Vol. 2010. Num. 907097. p.1-4.

-Giansante, M. Cirurgia bariátrica e para o diabetes: um guia completo. Editora MG. São Paulo. 2018.

-Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009 - POF. Rio de Janeiro. 2010.

-Lima, C.S.; Saron, M.L.G. Cirurgia Bariátrica: somente é a solução para obesidade, quando acompanhada de mudança dos hábitos alimentares. Univap. 2008.

-Marcelino, L.F.; Patricio, Z.M. A complexidade da obesidade e o processo de viver após a cirurgia bariátrica: uma questão de saúde coletiva. Associação Brasileira de Pós-Graduação em Saúde Coletiva Rio de Janeiro. Revista Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 16. Num. 12. 2011. p. 4767-4776.

-Mechanick, J. I.; Youdim, A.; Jones, D.B.; Garvey, W.T.; Hurley, D.L.; McMahon, A.; Heinberg, L.G.; Kushner, R.; Adams, T.D. Clinical Practice Guidelines fot the Perioperative Nutritional, Metabolic, and Nonsurgical Support of the Bariatric Surgery Patient-2013. Cosponsored by American Association of Clinical Endocrinologists, the Obesity Society, and American Society for Metabolic & Bariatric Surgery. Endocrine Practice. Vol. 19. 2013. p. 1-36.

-Medeiros, A.C.Q.; Lima, A.L.P.; Silva, J.N.; Nascimento, L.J.S. A rotulagem nutricional como ferramenta para a promoção do autocuidado em diabéticos. Revista Brasileira de Promoção da Saúde. Vol. 27. Núm. 4. 2014. p. 568-574.

-Medeiros, A.C.S. Cirurgia bariátrica no pós-operatório tardio e a adesão ao tratamento nutricional. Monografia de Graduação. Centro Universitário de Brasília. Brasília. 2017.

-Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Marco de Referência de Educação Alimentar e Nutricional para as Políticas Públicas. Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional. Brasília. 2012.

-Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Balanço das Ações do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional: PLANSAN 2012/2015. Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (CAISAN). Brasília. 2014.

-Ministério da Saúde. Guia alimentar para a População Brasileira. Brasília. Ed. 2. 2014.

-Ministério da Saúde. Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico 2016. Estimativas sobre frequência e distribuição sociodemográfica de fatores de risco e proteção para doenças crônicas nas capitais dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal em 2016. Secretaria de Vigilância em Saúde. Brasília. 2017.

-Nascimento, N.B. Concepções e práticas alimentares dos pacientes indicados para cirurgia bariátrica no Hospital Universitário de Brasília. Monografia de Graduação. Universidade de Brasília. 2013.

- Prado, M.L.; Velho, M.B.; Espíndola, D.S.; Sobrinho, S.H.; Backes, V.M.S. Arco de Charles Maguerez: refletindo estratégias de metodologia ativa na formação de profissionais de saúde. Escola Anna Nery. 2012. p. 172-177.

-Santos, E.M.; Campos, L.C.B.; Paulo, B.M.; Felipe, B.S.; Henriques, B.O. Utilização de amaranto como substituto do glúten. Revista Acadêmica Conecta. Vol.2. Num.11. 2017. p. 393-402.

-Silva, R.F.; Kelly, E.M. Prevalência e fatores interferentes no reganho de peso em mulheres que se submeteram ao bypass gástrico em y de roux após dois anos de cirurgia bariátrica. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 8. Num. 47. 2014. p.134-141. Disponível em:

-Soares, F.M.; Neto, E.F.S.; Silva, C.T.; Vasconcelos, T.F.S.; Raposa, O.F.F.; Souza, M.F.C.; Barbosa, K.B.F. Consumo alimentar conforme pirâmide proposta para pacientes submetidos a cirurgia bariátrica. Revista Demetra. Vol. 2. Num.7. 2013. P. 453-467.

-Sousa, M.E.M.D. Cirurgia Bariátrica: causas do reganho de peso no pós-operatório. Centro Universitário de Brasília. Faculdade de Ciências da Educação e Saúde. Brasília. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui