Associação entre sedentarismo e excesso de peso em escolares da periferia de São Paulo

Erika Maria da Silva, Rosangela da Silva, Carolina Nunes França

Resumo


A obesidade infantil é considerada uma doença crônica e vem aumentando de forma significativa, sendo a inatividade física umas das suas causas. O objetivo do estudo foi analisar a associação entre variáveis relacionadas à atividade física e o estado nutricional entre os escolares. Estudo prospectivo, transversal, desenvolvido com escolares de uma escola pública e uma particular, com idade entre sete e 10 anos, da periferia do município de São Paulo, no ano de 2017. Foram avaliados dados sociodemográficos; antropométricos de peso, estatura e circunferência da cintura; e de atividade física. Entre os 77 escolares avaliados mais da metade eram do sexo feminino, estudavam em escola pública e a mediana (intervalo interquartis) da idade foi de 8,68 anos (6,94-9,9). Dessas crianças, 45,45% foram diagnosticadas com sobrepeso ou obesidade, sendo mais prevalente naquelas que estudavam em escola privada, e 26,0% tinham excesso de adiposidade abdominal, de acordo com o indicador razão cintura-estatura. Além disso, 44% das crianças relataram praticar alguma atividade física fora da escola, mais da metade caminha a pé até a escola e a média de tempo gasto assistindo televisão ou com celular e jogos eletrônicos foi de três horas por dia. Os escolares apresentaram elevada frequência de excesso de peso, sendo mais prevalente entre as crianças da escola particular, sem associação atividade física ou práticas sedentárias.

 

ABSTRACT 

Association between sedentarianism and excess of weight in schoolchildren of the periphery of São Paulo

Childhood obesity is considered a chronic disease and has been increasing significantly, with physical inactivity being one of its causes. The objective of this study was to analyze the association between variables related to physical activity and nutritional status among schoolchildren. A prospective, cross-sectional study was carried out with schoolchildren of a public and private school, aged between seven and 10 years, from the periphery of the city of São Paulo, in 2017. Socio-demographic data were evaluated; anthropometric weight, height and waist circumference; and physical activity. Among the 77 schoolchildren evaluated, more than half were female, studied in public schools and the median (interquartile range) of age was 8.68 years (6.94-9.9). Of these children, 45.45% were diagnosed as being overweight or obese, being more prevalent in those who studied in private schools, and 26.0% had excess abdominal fat, according to the waist-to-height ratio indicator. In addition, 44% of the children reported that they practiced some kind of physical activity outside of school, more than half walked on foot to school and the average time spent watching television or cell phones and games was three hours a day. Schoolchildren presented a high frequency of overweight, being more prevalent among the children of the private school, without association with physical activity or sedentary practices.


Palavras-chave


Estado nutricional; Crianças; Atividade física; Sedentarismo

Texto completo:

PDF

Referências


-Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica Diretrizes brasileiras de obesidade / ABESO - Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. 2016. 4ª edição. São Paulo-SP. 2016.

-Ball, K.; Cleland, V.J.; Timperio, A.F.; Salmon, J.; Crawford D.A. Activity Socioeconomic position and children’s physical and sedentary behaviors: longitudinal findings from the CLAN study. J Phys Act Health. Vol. 6. Num. 3. 2009. p.289-298.

-Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Pesquisa de orçamentos familiares 2008-2009. Antropometria e Estado Nutricional de Crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de Janeiro. IBGE. 2010.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Orientações para a coleta e análise de dados antropométricos em serviços de saúde: Norma Técnica do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília: Ministério da Saúde. 2011. 76 p. il. (Série G. Estatística e Informação em Saúde).

-Cunha, L.M.; Pantoja, M.S.; Lima, A.V.M.; Portella, M.B.; Furlaneto, I.P. Impacto negativo da obesidade sobre a qualidade de vida de crianças. Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento. Vol. 12. Num. 70. 2018. p.231-238. Disponível em:

-De Onis, M.; Onyango, A.W.; Borghi, E.; Siyam, A.; Nishida, C.; Siekmann, J. Development of a WHO growth reference for school-aged children and adolescents. Bull World Health Organ. Vol. 85. Num. 9. 2007. p. 660-667.

-Dias, A.F.; Mello, J.B.; Teodoro, J.L.; Gaya, A.C.A.; Gaya, A.R. Ocorrência e associação entre sobrepeso/obesidade E níveis de atividade física de escolares. Rev. Bras. de Prescrição e Fisiologia do Exercício. Vol. 11. Num. 70. Supl. 1. 2017. p.871-879. Disponível em:

-Enes, C.C.; Slater, B. Obesidade na adolescência e seus principais fatores determinantes. Rev Bras Epidemiol. Vol. 13. Num. 1. 2010 p. 163-171.

- Graciosa, M.D.; Coelho, J.J.; Costa, L.M.R.; Medeiros, D.L.; Martinello, M.; Ries, L.G.K. Efeito do sedentarismo, perfil nutricional e sexo na flexibilidade de escolares. Journal of Human Growth and Development. Vol. 23. Num. 2. 2013. p.144-150.

-Gomez, L.F.; Parra, D.C.; Lobelo, F.; Samper, B.; Moreno, J.; Jacoby, E.; Lucumi, D.I.; Matsudo, S.; Borda, C. Television viewing and its association with overweight in Colombian children: results from the 2005 National Nutrition Survey: A cross sectional study. International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity. Vol. 4. 2007. p.41.

-Haun, D.R.; Pitanga, F.J.G.; Lessa, I. Razão cintura/estatura comparado a outros indicadores antropométricos de obesidade como preditor de risco coronariano elevado. Rev Assoc Med Bras. Vol. 55. Num. 6. 2009. p.705-711.

-Jardim, J.B.; Souza, I.L. Obesidade infantil no Brasil: uma revisão integrativa. Manag Prim Heal Care. Vol. 8. Num. 1. 2017. p.66-90.

-Orti, N.P.; Carrara, K. Educação física escolar e sedentarismo infantil: uma análise comportamental. Arquivos Brasileiros de Psicologia. Vol. 64. Num. 3. 2012. p. 35-56.

-Santos, C.; Deliberato, P.C.P.; Sá, C.S.C. Proposta de protocolo de exercícios, baseado na relação do equilíbrio e da coordenação motora com os hábitos de vida diária de crianças de sete anos. Revista Brasileira de Ciências da Saúde. Ano III. Num. 11. 2007.

-Sherar, I.B.; Muhajarine, N.; Esliger, D.W.; Baxter-Jones, A.D. The relationship between girls’ (8-14 years) physical activity and maternal education. Ann Hum Biol. Vol. 36. 2009. p.573-583.

-Siqueira, P.P.; Alves, J.G.B.; Figueiroa, J.N.l. Fatores associados ao excesso de peso em crianças de uma favela do Nordeste brasileiro. Rev Paul Pediatr. Vol. 27. Num. 3. 2009. p.251-257.

-Sociedade Brasileira de Pediatria. SBP. Atividade física na infância e na adolescência: guia prático para o pediatra. Departamento Científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. São Paulo. 2008.

-Sociedade Brasileira de Pediatria. SBP. Obesidade na infância e adolescência – Manual de Orientação. Sociedade Brasileira de Pediatria. Departamento Científico de Nutrologia. 2ª edição. São Paulo. 2012.

-Strufaldi, M.W.L.; Silva, E.M.K.; Puccini, R.F. Sobrepeso e obesidade em escolares pré-púberes: associação com baixo peso ao nascer e antecedentes familiares para doença cardiovascular. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 16. Num. 11. 2011. p. 4465-4472.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui