Cirurgia bariátrica e satisfação dos utentes após intervenção

  • Teresa Moreira Universidade Fernando Pessoa
  • José Teixeira Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade Fernando Pessoa (UFP), Porto, Portugal

Resumo

Este estudo propôs -se avaliar a satisfação dos utentes após a realização a 3 meses pós-operatória da cirurgia bariátrica em vários hospitais do norte de Portugal. Para tanto, avaliaram--se os dados sociodemográficos peso, IMC, os objetivos pretendidos, e numa escala de Likert um questionário sobre a sua satisfação pós cirurgia. Participaram neste estudo 71 indivíduos, onde predominou o género feminino, 84,9% (n=62), e com idades compreendidas entre os 25 e os 75 anos.  Em 75,3% dos utentes foi realizaram o bypass gástrico. Os objetivos dos inquiridos quando aceitaram ser submetidos à cirurgia incidem, essencialmente, no melhorar a sua saúde 98,6% (n = 73) e reduzir o peso 91,9%. Verificou-se que a maioria dos utentes que voltariam a realizar a intervenção cirúrgica (87,9%). A maioria dos inquiridos ficou muito satisfeita com a realização da cirurgia (64,38%). No entanto pode-se constatar que o utente com obesidade mórbida, apesar do desejo de perder peso, tem dificuldade em aderir ao tratamento, sofrendo recaídas.  Nem todos conseguem mantêm a perda de peso ao longo do tempo, ou esta pode variar significativamente, o que dificulta a caracterização do sucesso da intervenção cirúrgica. São aspetos fundamentais, o ensino de novos hábitos alimentares, a promoção da atividade física, o apoio e suporte em momentos de maior desânimo quando não ocorre a desejada perda de peso tão ambicionada com a cirurgia. Em relação à satisfação pós-operatória com o desempenho nas atividades de vida podemos afirmar que a maioria dos utentes submetidos ao tratamento cirúrgico aumentaram a sua satisfação e os objetivos que a cirurgia lhe permitiu alcançar.

Biografia do Autor

Teresa Moreira, Universidade Fernando Pessoa
Enfemagem

Referências

-Almeida, L.; Freire, T. Metodologia da Investigação em Psicologia e Educação. Psiquilíbrios. Braga. 2003.

-Buchwald, H; Avidor, Y.; Braunwald, E.; Jensen, M.; Pories, W. Bariatric Surgery: a systematic review and meta-analysis. Journal of the American Medical Association. Vol. 292. 2004. p.1724 -1737.

-Direcção Geral da Saúde. Plano Nacional de Saúde 2012 - 2016. DGS. Lisboa. 2012.

-Direcção Geral da Saúde. Boas práticas na abordagem do doente com obesidade elegível para cirurgía bariátrica. 2012.

-Frias, N. Avaliação do grau de satisfação do doente submetido a cirurgia cardíaca: A influências dos cuidados de enfermagem. ESEL. Lisboa. 2014.

-Fruhbeck, G.; Toplak, H.; Woodward, E.; Yumuk, V.; Maislos, M.; Oppert, J. for the Executive Committee of the European Association for the Study of Obesity. Obesity: The Gateway to Ill Health - an EASO Position Statement on a Rising Public Health, Clinical and Scientific Challenge in Europe. Obese Facts. Vol. 6. Núm. 1. 2013. p.117-20.

-Gonçalves, M. Criação e Validação de Questionários para avaliação da Satisfação com o Tratamento da Cirurgia Bariátrica. Instituto de ciências biomédicas Abel Salazar. Universidade do Porto. Porto. 2014.

-Leite, N. Cirurgia de ambulatório: experiência e satisfação do utente. Dissertação de Mestrado. Universidade do Minho. Braga. 2013.

-Marques, J. Qualidade de vida do doente submetido a cirurgia bariátrica. Faculdade da Ciências da Nutrição e Alimentação. Porto. 2012.

-Martínez, Y.; Ruiz-López, M.; Giménez, R., Pérez de la Cruz, A., Orduña, R. Does bariatric surgery improve the patient’s quality of life? Nutr. Hosp. Vol. 25. Núm. 6. 2010. p. 925-30.

-Negrão, R. Cirurgia bariátrica: revisão sistemática e cuidados de enfermagem no pós-operatório. Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem. São Paulo. 2006.

-OMS. Dados sobre a obesidade em Portugal [Internet]. Available from: https://www.who.int/nmh/publications/ncd_profiles2011/en/.

-Padwall, R.; Klarenbach, S.; Wiebe, N.; Birch, D.; Karmali, S.; Manns, B.; Hazel, M.; Sharma, A.; Tonelli, M. Bariatric Surgery: a systematic review and network meta –analysis of randomized trials, obesity reviews. Vol. 12. 2011. p. 602-621.

-Palese e colaboradores. Surgical Patient Satisfaction as an Outcome of Nurses’s Caring Behaviors: A Descriptive and Correlational Study in Six European Countries. Journal of Nursing Scholarship. 2011. p. 341-350.

-Sardinha, L.; Santos, D.; Silva, A.; Coelho-e-Silva, M.; Raimundo, A.; Moreira, H. Prevalence of overweight, obesity, and abdominal obesity in a representative sample of Portuguese adults. PLoS One. Vol. 7. Núm. 10. p.47883. 2012.

-Wagner, D.; Bear, M. Patient satisfaction with nursing care: a concept analysis within a nursing framework. Journal of Advanced Nursing. Vol. 65. Núm. 3. 2008. p.692-699.

Publicado
2020-05-16
Como Citar
Moreira, T., & Teixeira, J. (2020). Cirurgia bariátrica e satisfação dos utentes após intervenção. RBONE - Revista Brasileira De Obesidade, Nutrição E Emagrecimento, 13(81), 838-844. Recuperado de http://www.rbone.com.br/index.php/rbone/article/view/1073
Seção
Artigos Científicos - Original