Análise comparativa do consumo alimentar habitual e aos finais de semana de pacientes de uma clínica de nutrição de São Paulo

Bianca Barbato Sallum, Luciana Rossi, Camila Costa Homsi

Resumo


Introdução: A alimentação saudável é determinante para a promoção da saúde e prevenção de doenças crônicas. Esta deve ser adequada quantitativamente e qualitativamente. Para identificar a ingestão alimentar e avaliá-la em relação às recomendações, faz-se necessário uma avaliação dietética detalhada, levando em consideração variabilidades, como o fim de semana. Objetivo: Conhecer, analisar e comparar o consumo alimentar habitual frente as variações do fim de semana de pacientes de uma clínica de nutrição. Materiais e métodos: Estudo descritivo, transversal com coleta de dados primários de 19 pacientes adultos, de uma clínica de Nutrição da zona sul de São Paulo, mediante a assinatura do TCLE. Utilizou-se os seguintes dados: idade, peso, altura, prática de atividade física semanal, além do recordatório 24 horas de um dia da semana habitual e do fim de semana completo. Resultados: O consumo alimentar habitual em estudo se apresentou normoglicídico, hiperprotéico e normolipídico e do fim de semana foi hipoglicídico, hiperproteico e hiperlipídico. Com relação ao VCT, no fim de semana houve um acréscimo de 25,6% de calorias (359,07 kcal).  Discussão Outros estudos apresentaram resultados semelhantes ao consumo alimentar habitual. Já com relação a diferença do VCT  maior nos fins de semana , outros estudos também tiveram esta diferença, mas não consideraram significativa. Conclusão: Este resultado pode estar relacionado a aspectos culturais e sociais que associam o lazer ao alimento no fim de semana. Por meio deste pode-se buscar alternativas que resultem em melhoras quantitativas e qualitativas, contribuindo para saúde e qualidade de vida da população.

 

ABSTRACT

Comparative analyses of habitual food consumption and over the weekend patients in clinical nutrition in São Paulo

Introduction: The healthy diet is necessary for the promotion of health and prevention of chronic diseases. This should be adequate quantitatively and qualitatively. In order to identify food intake and evaluate it in relation to the recommendations, it is necessary a detailed dietary assessment, taking into account variability, as the weekend. Aim: Knowing, analyzing and comparing food consumption changes of patients throughout the weekend in a clinic of nutrition. Materials and Methods: Descriptive study, cross-sectional with primary data collection from 19 adult patients of a clinic of nutrition in the southern zone of São Paulo, by signing the TCLE. The following data was used: age, weight, height, level of physical activity per week, in addition to the 24-hours recall of a habitual week day and full weekend. Results: The habitual food intake in a study was normoglycidic, hyperproteic and normolipidic and the weekend was hypoglycidic, hyperproteic and hyperlipidic.  Regarding the VCT, over the weekend there was an increase of 25.6% of calories (359, 07 kcal). Other studies showed similar food consumption results. Now with regard to the VCT biggest difference on weekends, other studies have also this difference, but not considered significant. Conclusion: This result may be related to cultural and social aspects that combine leisure to food over the weekend. Through this you can find alternatives that result in quantitative and qualitative improvements, contributing to health and quality of life.


Palavras-chave


Hábitos alimentares; Recomendações Nutricionais; Dietética

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui