Avaliação da mobilidade tóraco-abdominal em adultos obesos

Karla Garcez Cusmanich, Bianca Silva Messias, Bruna Rabelo, Christian de Almeida Pereira, Ana Paula Limongi Richardelli Veloso

Resumo


Introdução: O excesso de tecido adiposo na cavidade torácica gera compressão mecânica, levando à redução de dimensões anatômicas e à diminuição da complacência pulmonar e torácica, provocando compressão diafragmática e consequentemente dificultando a movimentação da caixa torácica, na inspiração. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo avaliar a mobilidade tóraco-abdominal de pacientes obesos, através da cirtometria e comparar com as referências de normalidade. Materiais e Métodos: Através da cirtometria, uma técnica que utiliza fita métrica escalada em centímetros, foi mensurada em três níveis (axilar, xifoidiano e umbilical) a mobilidade entre a inspiração e expiração máxima. Participaram deste estudo 40 voluntários, de ambos os gêneros, sendo 15 do sexo masculino e 25 do sexo feminino, com variações de idade entre 20 e 65 anos e variações de IMC entre 35,1kg/m² e 57,4kg/m². Resultado: Os valores da mobilidade dos obesos obtidos nesse estudo foram significativamente inferior aos valores preditos. Conclusão: Após avaliar a mobilidade dos obesos, conclui-se que a obesidade pode interferir na mecânica toráco-abdominal durante o ciclo respiratório.

 

 ABSTRACT

Assessment of thoracic mobility in obese adults

Introduction: The excess adipose tissue in the thoracic cavity generates mechanical compression, leading to reduction of anatomical dimensions and decreased pulmonary compliance and thoracic, causing diaphragmatic compression and consequently hindering the movement of the thoracic cage in inspiration. Objective: This work has as objective to evaluate the thoracic mobility of obese patients, through the cirtometry measurements and compare with the references of normality. Materials and Methods: Through the cirtometry, a technique that uses a metric tape escalation in centimeters, was measured in three levels (axillary, xiphoid and umbilical) mobility between the maximum inspiration and expiration. Participated in this study 40 volunteers of both genders, 15 males and 25 females, with variations in age between 20 and 65 years and BMI variations between 35,1kg/m² and 57.4 kg/m². Result: The values of mobility of obese patients obtained in this study were significantly lower than the values predicted. Conclusion: After assessing the mobility of obese, concludes that obesity can interfere in the thoracic mobility throughout the respiratory cycle.     


Palavras-chave


Obesidade; Modalidades de Fisioterapia; Mecânica Respiratória

Texto completo:

PDF

Referências


-Arena, R.; Cahalin, L.P. Evaluation of cardiorespiratory fitness and respiratory muscle function in the obese population. Progress in cardiovascular diseases. 56(4). 2014. p. 457-464.

-Baltieri, L.; dos Santos, L.A.; Furlan, G.N.; Moreno, M.A. Força muscular respiratória e mobilidade toracoabdominal em idosos e adultos sedentários e praticantes de voleibol adaptado: estudo-piloto. Fisioterapia e Pesquisa. Vol. 21. Num. 4. 2014 p. 314-319.

-Banerjee, D.; Yee, B.J.; Piper, A.J.; Zwillich, C.W.; Grunstein, R.R. Obesity hypoventilation syndrome: hypoxemia during continous positive air way pressure. Chest. Vol. 131. 2007. p. 1678-1684.

-Barros, T.E.T.F.; Lech, O. Exame físico em ortopedia. São Paulo: Manole. 2001.

-Basso, R.L.P.; Regueiro, E.M.G.; Jamami, M.; Di Lorenzo, V.A.P.; Costa, D. Relação da medida da amplitude tóraco-abdominal de adolescentes asmáticos e saudáveis com seu desempenho físico. Fisioterapia em Movimento. Vol. 24. Num.1. 2011. p. 107-114.

-Bethem, N. Pneumologia. 4 ed. São Paulo: Atheneu. 1995.

-Carvalho, A.A. Semiologia em reabilitação. Atheneu. 1994.

-Casali, C.C.C.; Pereira, A.P.M.; Martinez, J.A.B.; Souza, H.C.D.; Gastaldi, A.C. Effects of inspiratory muscle training on muscular and pulmonary function after bariatric surgery in obese patients. Obesity Surgery. 2011.

-Costa, D.; Sampaio, L.M.M.; Lorenzzo, V.A.P.; Jamami, M.; Damaso, A.R. Avaliação da força muscular respiratória e amplitudes torácicas e abdominais após a RFR em indivíduos obesos. Revista Latino-americana de Enfermagem. Vol. 11. Num. 2. 2003. p. 156-60.

-Forti, E.M.P.; Ike, D.; Rodrigues, N.; Ferreira, L.; Costa, D. Estudo da mobilidade torácica de pacientes portadoras de obesidade mórbida, submetidas à gastroplastia com acompanhamento fisioterapêutico. In 4º Congresso de Pesquisa, no contexto da 4º Mostra Acadêmica. 2006.

-Jamami, M.; Pires, V.A, Oirshi, J.; Costa, D. Efeitos da intervenção fisioterápica na reabilitação pulmonar de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica. Revista de Fisioterapia da Universidade de São Paulo. São Paulo. Vol.6. Num. 2. 1999. p. 140-153.

-Lehmkuhl, E.; Neves, F.M.; Panizzi, E.A.; Pamplona, C.M.A.; Kerkoski, E.A. mobilidade torácica avaliada em diferentes regiões através da técnica de cirtometria em indivíduos saudáveis. Anais do IX Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e V Encontro Latino Americano de Pós-Graduação da Universidade do Vale da Paraíba. 2007.

-Lianza, S. Medicina de reabilitação. 2 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 1995.

-Liorens, J.; Rovira. L.; Ballester ,M.; Moreno, J.; Hernandez-Laforet, J.; Santonja, F.J.; Cassinello, N.; Ortega, J. Preoperative inspiratory muscular training to prevent postoperative hypoxemia in morbidly obese patients undergoing laparoscopic bariatric surgery. A randomized clinical trial. Obesity Surgery. Vol. 25. Num. 6. 2015. p. 1003-1009.

-Lunardi, A.C.; Paisani, D.M.; da Silva, C.C.M.; Cano, D.P.; Tanaka, C.; Carvalho, C.R. Comparison of Lung Expansion Techniques on Thoracoabdominal Mechanics and Incidence of Pulmonary Complications After Upper Abdominal Surgery: A Randomized and Controlled Trial. CHEST Journal. Vol. 148. Num. 4. 2015. p.1003-1010.

-Moreno, M.A.; Silva, E.D.; Zuttin, R.S.; Gonçalves, M. Efeito de um programa de treinamento de facilitação neuromuscular proprioceptiva sobre a mobilidade torácica. Fisioterapia e Pesquisa Vol.16. Num. 2. 2009. p. 161-165.

-Naimark, A.; Cherniack, R.M. Compliance of th e Respiratory System and its Components Health and Obesity. Journal Appl. Physiol. Vol. 15.1960. p. 377-382.

-Parreira, V.F.; Bueno, C.J.; França, D.C.; Vieira, D.S.; Pereira, D.R.; Britto, R.R. Padrão respiratório e movimento toraco-abdominal em indivíduos saudáveis: Influência da Idade e do sexo. Revista brasileira de Fisioterapia. São Carlos. Vol. 14. Num. 5. 2010. p. 411-416.

-Pedrini, A.; Gonçalves, M.A.; Leal, B.E.; dos Santos Yamaguti, W.P.; Paulin, E. Comparação entre as medidas de cirtometria tóraco-abdominal realizadas em decúbito dorsal e em ortostatismo. Fisioterapia e Pesquisa. Vol. 20. Num. 4. 2013. p. 373-378.

-Rodrigues, M.D.; Moraes, B.F. Força muscular respiratória e mobilidade torácica em obesas mórbidas e eutróficas. Anais da 7ª Mostra Acadêmica UNIMEP. 2009.

-Silva, A.B.; Mendes, R.G.; Silva, E.S.; Picchi, P.C.; Di Lorenzo, V.A.P.; Paulucci, H.L. Medida da amplitude tóraco-abdominal como método de avaliação dos movimentos do tórax e abdome em indivíduos jovens saudáveis. Fisioterapia Brasileira. Vol. 7. Num. 1. 2006. p. 25-29.

-Silva, R.O.E.D.; Campos, T.F., Borja, R.D.O.; Macêdo, T.M.F.D. Oliveira, J.S.D.; Mendoça, K.M.P.; Valores de referência e fatores relacionados à mobilidade torácica em crianças brasileiras. Revista paulista de pediatria. São Paulo. Vol. 30. Num. 4. 2012. p. 570-575.

-Soares, S.M.D.T.P.; Nucci, L.B.; da Silva, M.M.D.C.; Campacci, T.C. Pulmonary function and physical performance outcomes with preoperative physical therapy in upper abdominal surgery: a randomized controlled trial. Clinical rehabilitation. Vol. 27. Num. 7. 2013. p. 616-627.

-Sonehara, E.; Cruz, M.D.S.L.; Fernandes, P.R.; Policarpo, F.; Filho, J.F. Efeitos de um programa de reabilitação pulmonar sobre a mecânica respiratória e qualidade de vida de mulheres obesas. Fisioterapia em movimento. Curitiba. Vol.24. Num.1. 2011. p. 13-21.

-Stanmore, T. Pilates para as costas. Editora Manole Ltda, 2008.

-Tavares, T.B.; Nunes, S.M.; Santos, M.D.O. Obesidade e qualidade de vida: revisão de literatura. Revista de Medicina Minas Gerais. 2010. p. 359-366.

-Tenório, L.H.S.; Santos, A.C.; Câmara Neto, J.B.; Amaral, F.J.; Passos, V.M.M.; Lima, A.M.J.; Brasileiro-Santos, M.D.S. The influence of inspiratory muscle training on diaphragmatic mobility, pulmonary function and maximum respiratory pressures in morbidly obese individuals: a pilot study. Disability and rehabilitation. Vol. 35 Num. 22. 2013. p. 1915-1920.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui