Satisfação com o peso atual e motivação para perda de peso em indivíduos com obesidade vinculados a Unidades Básicas de Saúde no município de Pelotas-RS

Fernando Coelho Dias, Mateus Menezes Ribeiro, Camilla Oleiro da Costa, Zayanna Christine Lopes Lindôso

Resumo


No Brasil, a obesidade vem crescendo cada vez mais, sendo considerada um grave problema de saúde pública, que além de ser uma doença é um fator de risco para o desenvolvimento de outras doenças como diabetes e hipertensão, as quais possuem taxas de prevalência em elevação no país. Entre os métodos para perda de peso se destacam as alternativas invasivas e não invasivas de perda de peso. A cirurgia bariátrica é um tratamento eficaz para sujeitos obesos grau III sendo considerada uma medida invasiva. As alternativas de perda de peso não invasivas correspondem a práticas de mudanças de hábitos alimentares e estilo de vida, por meio de dietas e prática de atividades físicas com regularidade. O presente estudo teve como objetivo investigar a percepção de indivíduos com obesidade em relação a satisfação com o peso atual, motivação e alternativa para perda de peso. Trata-se de um estudo exploratório realizado com pessoas obesas vinculadas a unidades básicas de saúde e centro de especialidades do município de Pelotas, RS. A amostra do estudo foi composta por 65 indivíduos com obesidade, sendo 36 obesos grau I, 17 obesos grau II e 10 obesos grau III. Os resultados evidenciaram que a maioria dos indivíduos demonstram insatisfação com seu peso atual e revelam estar motivados a perder peso sendo evidenciado a preferência por emagrecimento através de medidas não invasivas como mudanças de hábitos alimentares e estilo de vida.

 

ABSTRACT 

Satisfaction with current weight and motivation for weight loss in obese individuals linked to Basic Health Care in the city of Pelotas-RS

In Brazil, obesity is growing more and more, being considered a serious public health problem, which in addition to being a disease is a risk factor for the development of other diseases such as diabetes and hypertension, which have elevation prevalence rates in the country. Among the methods for weight loss are the invasive and non-invasive alternatives to weight loss. Bariatric surgery is an effective treatment for grade III obese subjects being considered an invasive measure. Non-invasive weight loss alternatives correspond to changes in eating habits and lifestyle, through diets and regular physical activity. The present study aimed to investigate the perception of individuals with obesity regarding satisfaction with current weight, motivation and alternative to weight loss. This is an exploratory study conducted with obese people linked to basic health units and a specialty center in the city of Pelotas, RS. The study sample consisted of 65 individuals with obesity, being 36 obese I degree, 17 obese degree II and 10 obese degree III. The results showed that the majority of the individuals demonstrated dissatisfaction with their current weight and showed that they were motivated to lose weight, evidencing their preference for weight loss through noninvasive measures such as changes in eating habits and lifestyle.


Palavras-chave


Obesidade; Emagrecimento; Unidade Básica de Saúde; Pelotas; Rio Grande do Sul

Texto completo:

PDF

Referências


-ABESO, Associação Brasileira para Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica. Mapa da obesidade. 2017. Disponível em: . Acesso em: 07 dez. 2017.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Atenção à Saúde. Obesidade. 12. ed. Brasilia: Cadernos de Atenção Básica, 2006. 106 p.

-Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Atenção à Saúde (Org.). Estratégias para o cuidado da pessoa com doença crônica: obesidade. 38. ed. Brasilia: Cadernos de Atenção Básica, 2014. 212 p.

-Brasil. Tabnet – Tabulador de dados do SUS. Produção ambulatorial e procedimentos hospitalares do SUS. 2016. [acessado out 2016]. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php?area=02.

-Chagas, M. O. Obesidade mórbida: Qualidade de vida e acessbilidade. 2013. 105 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação Stricto Sensu em Ciências Ambientais e Saúde, Pontifícia Universidade Católica de Goiás, Goias, 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 out. 2017.

-Cruz, L. M. N. O estado emocional de pacientes com sobrepeso e obesidade em grupos de reeducação alimentar. 2011. 107 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Enfermagem, Programa de Pós-graduação da Escola de Enfermagem, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2011. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2017.

-Dias, F. C. Obesidade X Ocupações: os efeitos da obesidade no cotidiano dos sujeitos. 2017. 100 f. TCC (Graduação) - Curso de Terapia Ocupacional, Faculdade de Medicina, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2017.

-Ghiouleas, A. Excesso de peso e estatura no Brasil: Tendência secular e Fatores associados. 2011. 124 f. Tese (Doutorado) - Curso de Epidemiologia, Programa de Pós-graduação em Epidemiologia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011. Disponível em: . Acesso em: 22 jul. 2017.

-Linhares, R. S.; e colaboradores. Distribuição de obesidade geral e abdominal em adultos de uma cidade no Sul do Brasil.Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro. Vol. 28. Num. 3. p.438-448. 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-Luiz, A. M. A. G.; e colaboradores. Depressão, ansiedade, competência social e problemas comportamentais em crianças obesas. Estud. Psicol, Natal. Vol. 10. Num. 3. p.35-39. 2005. Disponível em: . Acesso em: 30 jul. 2017.

-Oliveira, M. L. Estimativa dos custos da obesidade para o Sistema Único de Saúde do Brasil. 2013. 95 f. Tese (Doutorado) - Curso de Nutrição Humana, Faculdade de Ciências da Saúde, Universidade de Brasilia, Brasilia, 2013.

-Pelotas. Prefeitura Municipal de Pelotas. Secretária Municipal de Saúde. Diretrizes de Saúde da Atenção Básica de Pelotas. 2016. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-Scherer, P. T. O peso que não é medido pela balança: As repercussões da obesidade no cotidiano dos sujeitos. 2012. 111 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Serviço Social, Programa de Pós-graduação em Serviço Social, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2012.

-Tardido, A. P.; Falcão, M. C. O impacto da modernização na transição nutricional e obesidade. Rev Bras Nutr Clin, São Paulo. Vol. 2. Num. 21. p.117-124. 2006. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-Vasconcelos, P. O.; Costa Neto, S. B. Qualidade de Vida em pessoas submetidas à cirurgia bariátrica em momentos pré e pós-Cirúrgico. 2006. 159 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia)-Universidade Católica de Goiás. Goiânia, 2007.

-World Health Organization (WHO). Who Expert Committe. Phusical status: the use and interpretation of anthropometry. Geneva 1995. Disponível em: . Acesso em: 12 out. 2016.

-Zaiden, M. P. Qualidade de vida, desempenho de papeis ocupacionais e uso do tempo cotidiano na percepção de indivíduos obesos pré e pós-cirurgia bariátrica. 2014. 108 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Terapia Ocupacional, Programa de Pós Graduação em Terapia Ocupacional, Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui