Perfil nutricional e incidências patológicas dos idosos atendidos na clínica escola de Nutrição de Juazeiro do Norte-CE

Ana Vaeline Patrício Braga, Helder Cardoso Tavares, Patrícia Alencar Pereira Vasconcelos, Edna Karol Rodrigues de Araujo, Lívia Fernanda Ferreira de Freitas, Samara Cintia Rodrigues Vieira

Resumo


Sabendo que a alimentação e o estado nutricional são fatores de extrema importância para o aumento da expectativa de vida, o presente estudo tem como finalidade avaliar o estado nutricional dos idosos, conhecer as principais patologias que os acometem e verificar a existência de relação entre as patologias e o estado nutricional. A pesquisa caracteriza-se como descritiva exploratória com delineamento transversal e abordagem quantitativa, onde os participantes da pesquisa foram idosos acima de 60 anos de ambos os sexos atendidos na Clínica Escola de Nutrição Doutora Zilda Arns, no ano de 2015. Foram analisados os dados dos prontuários, referentes a Peso, Altura, IMC, RCQ e patologias referidas pelos mesmos. Obteve-se como resultado que 65,9% das mulheres e 60% dos homens foram classificados segundo IMC com Excesso de Peso, 64,4% apresentaram risco para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares. Dentre as principais patologias referidas destacou-se a Diabetes e hipertensão apresentando-se em 30,50% dos idosos. Constatou-se também que o excesso de peso favorece o aparecimento das doenças crônicas não transmissíveis, já que 64,4% dos pacientes com esse estado nutricional apresentavam esses tipos de doenças. Esses achados reforçam a necessidade de um trabalho de educação nutricional ao longo da vida para a manutenção do bom estado nutricional durante todas as fases da vida, evitando assim que na velhice se desenvolvam as doenças que são relacionadas diretamente com o estado nutricional.


Palavras-chave


Envelhecimento; Nutrição; Patologias

Texto completo:

PDF

Referências


-Boaventura, G.A.; Guandalini, V.R. Prevalência de Hipertensão Arterial e Presença de Excesso de Peso em Pacientes Atendidos em um Ambulatório Universitário de Nutrição na Cidade de São Carlos-SP. Alim. Nutr. Vol. 18. Num. 4. 2007. p. 381-385.

-Bueno. J.M. Duarte, M.H.S.; Scareli, F.M.F.; Silva, C.L.; Ribeiro, S.R. Avaliação Nutricional e Prevalência de doenças Crônicas não Transmissíveis em Idosos Pertencentes a um Programa Assistencial. Ciência & Saúde Coletiva. Vol. 13. Num. 4. 2008. p.1237-1246.

-Cavalcante, C.L.; Gonçalves, M.C.R.; Asciutti, L.S.R.; Cavalcanti, A. L. Prevalência de Doenças Crônicas e Estado Nutricional em um Grupo de Idosos Brasileiros. Rev. Salud. Pública. Vol. 11. Num. 6. 2009. p.865-877.

-Coelho, C.F.; Burini, R.C. Atividade Física para Prevenção e Tratamento das Doenças não Transmissíveis e da Incapacidade funcional. Revista de Nutrição. Vol. 22. Num. 6. 2009. p. 937-946.

-Coelho, H.D.S.; Granato, L. Avaliação dos limiares de detecção do gosto salgado em idosos. J Health Sci Inst. Vol. 32. Num. 4. 2014. p.413-418.

-Cuppari, L. Guias de medicina ambulatorial e hospitalar: nutrição clínica no adulto. Barueri. Manole. 2005.

-Ferreira, C.C.C.; Gondim, P.M.R.; Alves, B.M.; Aparecida, S.E. Prevalência de Fatores de Risco Cardiovasculares em Idosos Usuários do Sistema Único de Saúde de Goiânia. Arq. Bras. Cardiol. Vol. 95. Num. 5. 2010. p.621-628.

-Garcia, A.N.M.; Romani, S.A.M.; Lira, P.I.C. Indicadores Antropométricos na Avaliação Nutricional do idoso: Um Estudo Comparativo. Rev. Nutr. Vol. 20. Num. 4. 2007. p.371-378.

-Lipschitz, D.A. Screening for nutritional status in the elderly. Nutrition in old age. Vol. 21. Num. 1. 1994.

-Mahan, L. K.; Escott-Stump, S. Krause: alimentos, nutrição e dietoterapia. 12.ed. Rio de Janeiro. Elsevier. 2011.

-Malta, D.C.; Neto, O.L.M.; Junior, J.B.S. Apresentação do Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das doenças crônicas não transmissíveis no Brasil, 2011 a 2012.Epidemiol. Serv. Saúde. Vol. 20. Num. 4. 2011. p.425-438.

-Martins, M.P.S.C.; Gomes, A.L.M.; Martins, M.C.C.; Mattos, M.A.; Souza-Filho, M.D.S.; Mello, D. B.; e colaboradores. Consumo Alimentar, Pressão Arterial e Controle Metabólico em Idoso Diabéticos e Hipertensos. Rev. Bras. Cardiol. Vol. 23. Num. 3. 2010. p. 162-170.

-Moreira, A.J.; Nicastro, H.; Cordeiro, R.C. Composição Corporal de Idosos Segundo a Antropometria. Rev. Bras. Gerontologia. Vol. 12. Num. 2. 2009. p. 201-213.

-Santos, A.L.B.; Fazzio, D.M.G.; Paz, R.C. Avaliação Nutricional em Idosos Institucionalizados. Revisa. Vol. 1 Num. 1. 2012. p. 9-18.

-Silva, P.C.; Zaffari, D.; Prevalência de excesso de peso e associação com outras variáveis em indivíduos adultos atendidos em unidade básica de saúde. Scientia Médica. Vol. 19. Num. 1. 2009. p. 17-26.

-Teixeira, J.F.; Goulart, M.R.; Busnello, F.M.; Pellanda, L.C. Conhecimento e Atitudes sobre Alimentos Ricos em Sódio por Pacientes Hipertensos. Arq Bras Cardiol. Vol. 106. Num. 5. 2016. p.404-410.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui