Resto ingesta em uma unidade de alimentação e nutrição hospitalar na cidade de Pato Branco-PR

Ana Paula Fonseca Novinski, Gesika Cortes Araújo, Indiomara Baratto

Resumo


No período de internação hospitalar pode ocorrer piora do quadro nutricional dos pacientes, a alimentação é inserida com papel fundamental na prevenção, tratamento e recuperação da saúde, e quando esta se encontra equilibrada nutricionalmente, os processos patológicos podem ser inibidos e/ou estabilizados. Este trabalho teve como objetivo quantificar o desperdício alimentar e avaliar o resto ingestão de pacientes hospitalizados, o levantamento se deu em uma unidade hospitalar localizada na cidade de Pato Branco- Paraná. Foi realizada análise de dados do almoço, sendo dieta do tipo livre, referente às sobras de alimentos, analisado durante quatro semanas, realizando pesagem das preparações prontas para consumo, da sobra descartada, sobra limpa e resto ingestão.  Os dados foram coletados de forma geral, sem agrupamentos de setores atendidos. Os resultados encontrados indicaram que se faz necessário um maior controle da produção, bem como, o controle de satisfação de quem consome, a fim de evitar o desperdício.

 

ABSTRACT

Other ingestion in a hospital feeding and nutrition unit in the city of Pato Branco-PR

In the hospitalization period, worsening of the nutritional status of the patients may occur, food is inserted with a fundamental role in the prevention, treatment and recovery of health, and when it is nutritionally balanced, the pathological processes are inhibited and / or stabilized. This study aimed to quantify food waste and evaluate the rest ingestion of hospitalized patients. The survey took place in a Hospital Unit located in the city ofPato Branco- Paraná. It was performed a data analysis of the lunch, free type diet, referring to leftovers, analyzed for four weeks, weighing the ready - to - eat preparations, discarded leftovers, clean leftovers and rest ingestion. Data were collected in general, without grouping of sectors served. The results indicated that a greater control of the production is necessary, as well as, the control of satisfaction of the consuming ones, in order to avoid the waste.


Palavras-chave


Nutrição hospitalar; Unidade de alimentação e nutrição; Resto ingesta

Texto completo:

PDF

Referências


-Borges, C.; Rabito, E.; Silva, K.; Ferraz, C.; Chiarello, P.; Santos, J.; Marchini, J. Desperdício de alimentos intra-hospitalar. Campinas-SP. 2006.

-Bradacz, D. Modelo de Gestão de Qualidade para o Controle de Desperdício de Alimentos em Unidades de Alimentação e Nutrição. Florianópolis-SC. 2003.

-Carmo, S.; Lima, T. Avaliação do índice de sobras limpas em uma unidade de alimentação e nutrição institucional na cidade de Campo Grande- MS. Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde. Vol. 15. Núm. 6. 2011.

-Chamberlem, S.; Kinasz, T.; Campos, M. Resto ingestão e sobra descartada: fonte de geração de resíduos orgânicos em unidades de alimentação e nutrição em Cuiabá-MT. Cuiabá-MT. 2012.

-Ferreira, D.; Guimarães, T.; Marcadenti, A. Aceitação de dietas hospitalares e estado nutricional entre pacientes com câncer. Porto Alegre-RS. 2014.

-Muller, P. Avaliação do desperdício de alimentos na distribuição do almoço servido para os funcionários de um hospital público de Porto Alegre-RS. TCC. Faculdade de Medicina. Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2008.

-Parisenti, J.; Firmino, C.; Gomes, C. Avaliação de sobras de alimentos em unidade produtora de refeições hospitalares e efeitos da implantação do sistema de hotelaria. Florianópolis-SC. 2007.

-Proença, R.; Sousa, A.; Veiros, M.; Hering, B. Qualidade nutricional e sensorial na produção de refeições. Florianópolis. Ed. UFSC. 2005.

-Ricarte, M. P.; Fé, Márcia, S.; Inez Helena, L. A. K. Avaliação do Desperdício de Alimentos em uma Unidade de Alimentação e Nutrição Institucional em Fortaleza-CE. Porto Velho. 2008.

-Rolim, P.; Souza, K.; Filgueira, L.; Silva, L. Apresentação da refeição versus desperdício de alimentos na alimentação de pacientes oncológicos. Natal-RN. 2011.

-Saurim, I. M. L.; Basso, C. Avaliação do desperdício de alimentos de bufê em restaurante comercial em Santa Maria, RS. Disciplinarum Scientia. Série: Ciências da Saúde. Vol. 9. Num. 1. p.115-120. 2008.

-Silva Júnior, E.A.; Teixeira, R.P.A. Manual de procedimentos para utilização de sobras alimentares. 2007. Disponível em: . Acesso em 10/08/2016.

-Silva, A.; Silva, C.; Pessina, E. Avaliação do índice de resto ingesta após campanha de conscientização de dos clientes contra o desperdício de alimentos em um serviço de alimentação hospitalar. Rev. Simbio-Logias. Vol. 3. Núm. 4. 2010.

-Silva, A. R. Desenvolvimento de Critério Objetivo para a Sinalização da Ingestão Alimentar Deficiente de Paciente Hospitalizado. Araraquara-SP. 2007.

-Souza, A.; Glória, M.; Cardoso, T. Aceitação de dietas em ambiente hospitalar. Revista nutrição. Campinas-SP. 2011.

-Strapazzon, J.; Aralde, Q.; Anjos, M.; Cozer, M.; Franca, V. Sobras e Resto Ingesta: Uma avaliação do desperdício. Nutrição Brasil. Vol. 14. Núm. 3. 2015.

-Zimmerzann, A.; Mesquita, M. Campanha Resto Zero em Restaurante Universitário. Santa Maria-RS. 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui