Relação entre o estado nutricional, frequência alimentar e nível de atividade física em idosas institucionalizadas

Joana Zanotti, Maria Celeste Osório Wender

Resumo


Introdução: O crescimento do número de idosos na população é marcante, repercutindo na expansão destes indivíduos residentes em instituições de longa permanência para idosos. O presente estudo teve como objetivo verificar a relação entre estado nutricional, frequência alimentar e nível de atividade física em idosas institucionalizadas. Material e métodos: realizou-se um estudo epidemiológico observacional do tipo transversal em Instituições de Longa Permanência de Idosos na cidade de Caxias do Sul-RS. A seleção da amostra foi através de método não probabilístico por conveniência. As associações foram avaliadas através do teste Qui-quadrado. Resultados e discussão: houve associação significativa entre perímetro da panturrilha e índice de massa corporal com a massa muscular esquelética, e do índice de massa corporal com o nível de atividade física, onde 94,34% das idosas com excesso de peso possuíam massa muscular esquelética > 6,37 kg/m² e 31,62% com excesso de peso foram classificadas como irregularmente ativo B. Os alimentos mais frequentes na alimentação das idosas foram leite e feijão. Conclusão: Conclui-se que a maioria das idosas apresentou boa reserva muscular e eutrofia ou excesso de peso, baixo consumo de alimentos proteicos e baixo nível de atividade física. Isto demonstra a importância do profissional da nutrição nas Instituições.

 

ABSTRACT 

Relationship between nutritional status, food frequency and level of physical activity in institutionalized elderly women

Introduction: The growth of the elderly in the population is remarkable, affecting the expansion of these individuals residing in long-term institutions for the elderly. The present study aimed to verify the relationship between nutritional status, food frequency and level of physical activity in institutionalized elderly. Material and methods: it was performed an epidemiological observatory Cohort study in Long Term Nursing Homes for the Elderly in the city of Caxias do Sul-RS. The sampling was selected through a nonprobabilistic convenience method. Therefore, the possible associations to the variables were drawn using the Chi-square test. Results and discussion: There was a significant correlation between the Calf Skinfold Measurement (CSM) and the Body Max Index (BMI) in relation to the BMI and Skeletal Muscle Mass (SMM) when faced with the level of physical activity, where 94,34% of the overweight elderly had an SMM > 6,37 kg/m² and 31,62% of the overweight women were classified as irregularly active B. The most frequently consumed foods by the elderly were rice and beans. Conclusion: It is concluded that the most of elderly presented good muscular reserve and eutrophic or overweight, low consumption of protein foods and low level of physical activity. This demonstrates the importance of the nutrition professional in the Institutions.


Palavras-chave


Idoso; Antropometria; Composição corporal; Ingestão de Alimentos

Texto completo:

PDF

Referências


-Ainsworth, B.E.; Sternfeld B.; Richardson, M.T.; Jackson, K. Evaluation of the Kaiser Physical Activity Survey in Women. Med. Sci. Sports Exerc. Vol. 32. Num. 7. 2000. p.1327-1338.

-Alencar, M.S.S.; Melo, M.T.S.M.; Sousa, R.C.; Campos, C.M.F.; Meneses, A.V.; Sepúlveda, L.S.; Nunes, I.F.O.C. Perdas de massa muscular e adiposa após institucionalização: atenção aos mais idosos. Geriatr Gerontol Aging. Vol. 9. Num. 4. 2015. p.150-155.

-Aquino, E.M.; Barreto, S.M.; Bensenor, I.M.; Carvalho, M.S.; Chor, D.; Duncan, B.B.; Lotufo, P.A.; Mill, J.G.; Molina, M.C.; Mota, E.L.; Passos, V.M.; Schmidt, M.I.; Szklo, M. Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil): objectives and design. Am J Epidemiol. Vol. 175. Num. 4. 2012. p. 315-324.

-Brito, K.Q.D.; Menezes. T.N.; Olinda, R.A. Functional disability: health conditions and physical activity practice in older adults. Rev. Bras. Enferm. Vol. 69. Num. 5. 2016. p. 773-780.

-Chilima, D.M.; Ismail, S.J. Anthropometric characteristics of older people in rural Malawi. Eur J Clin Nutr. Vol. 52. Num. 9. 1998. p. 643-649.

-Elias, R.G.M.; Gonçalves, E.C.A.; Moraes, A.C.F.; Moreira, C.F.; Fernandes, C.A.M. Aptidão física funcional de idosos praticantes de hidroginástica. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. Rio de Janeiro. Vol. 15. Num. 1. 2012. p. 79-86.

-Ferreira, A.A.; Menezes, M.F.G.; Tavares, E.L.; Nunes, N.C.; Souza, F.P.; Albuquerque, N.A.F.; Pinheiro, M.A.M. Estado nutricional e autopercepção da imagem corporal de idosas de uma Universidade Aberta da Terceira Idade. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. Rio de Janeiro. Vol. 17. Num. 2. 2014. p. 289-301.

-Fisberg, R. M.; Marchioni, D. M. L.; Castro, M. A.; Junior, E.V.; Araújo, M. C.; Bezerra, I. N.; Pereira, R. A.; Sichieri, R. Ingestão inadequada de nutrientes na população de idosos do Brasil: Inquérito Nacional de Alimentação 2008-2009. Rev. Saúde Pública. Vol. 47. Supl.1. 2013. p. 222S-230S.

-Garcia, A.N.M.; Romani, S.A.M.; Lira, P.I.C. Indicadores antropométricos na avaliação nutricional de idosos: um estudo comparativo. Rev. Nutr. Campinas. Vol. 20. Num. 4. 2007. p.371-378.

-Gomes, A.P.; Soares, A.L.G.; Gonçalves, H. Baixa qualidade da dieta de idosos: estudo de base populacional no sul do Brasil. Ciênc. & Saúde Coletiva. Vol. 21. Num. 11. 2016. p. 3417-3428.

-Guigoz, Y.; Vellas, B.; Garry, P.J. Assessing the nutrition status of the elderly: the mini nutritional assessment as part of the geriatric evaluation. Nutr. Rev. Vol. 1. Num. 1(PT2). 1996. p. S59-65.

-Lee, R.C.; Wang, Z.; Heo, M.; Ross, R.; Janssen, I.; Heymsfield, S.B. Total-body skeletal muscle mass: development and cross-validation of anthropometric prediction models. Am J Clin Nutr. Vol. 72. Num. 3. 2000. p. 796-803.

-Ministério da Saúde. PNAB Política nacional de atenção básica. Série E legislação em saúde. Brasília. 2012.

-Nunes, M.C.R.; Ribeiro, R.C.L.; Rosado, L.E.F.P.L.; Franceschini, S.C. Influência das características sociodemográficas e epidemiológicas na capacidade funcional de idosos residentes em Ubá, Minas Gerais. Rev. Bras. Fisioter. Vol. 13. Num. 5. 2004. p. 376-382.

-Paula, J.A.; Wamser, E.L.; Gomes, A.R.S.; Valderramas, S.R.; Neto, J.C.; Schieferdecker, M.E.M. Análise de métodos para detectar sarcopenia em idosas independentes da comunidade. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol. Vol. 19. Num. 2. 2016. p. 235-246.

-Pereira, L.C.; Prestes, J.; Melo, G.F.; Neto, L.S.S.; Funghetto, S.S.; Pires, A.B.; Boff, G.; Alves, A.T.; Karnikowski, M.G.O. A influência da composição corporal na força de homens idosos brasileiros. Rev Bras Med Esporte. Vol. 21. Num. 3. 2015. p. 196-199.

-Sánchez-García, S.; García-Peña, C.; Duque-López, M.X.; Juárez-Cedillo, T.; Cortés-Núñez, A.R.; Reyes-Beaman, S. Anthropometric measures and nutritional status in a healthy elderly population. BMC Public Health. Vol. 7. Num. 2. 2007. p.1-9.

-Scott, D.; Blizzard, L.; Fell, J.; Jones, G. The epidemiology of sarcopenia in community living older adults: what role does lifestyle play? J Cachexia, Sarcopenia and Muscle. Vol. 2. Num. 3. 2011. p.125-134.

-Silva, V.S.; Souza, I.; Petroski, E.L.; Silva, D.A.S. Prevalência e fatores associados ao excesso de peso em idosos brasileiros. Rev. Bras. Ativ. Fís. Saúde. Vol. 16. Num. 4. 2011. p. 289-294.

-Toral, N.; Gubert, M.B.; Schmitz, B.A.S. Perfil da alimentação oferecida em instituições geriátricas do Distrito Federal. Rev. Nutr. Campinas. Vol. 19. Num. 1. 2006. p. 29-37.

-Volpini, M.M.; Frangella, V. S. Avaliação nutricional de idosos institucionalizados. Einstein. Vol. 11. Num.1. 2013. p. 32-40.

-World Health Organization. Obesity: Preventing and Managing the Global Epidemic. Report of a WHO Consultation. Geneva; 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons

RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento

IBPEFEX - Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino em Fisiologia do Exercício

Editor-Chefe: Francisco Navarro. E-mail para contato: aqui

Editor Gerente: Francisco Nunes Navarro. E-mail para contato:aqui